Coluna | Periscópio
Wender Reis
Pedagogo e Orientador Social, curioso observador de tudo que causa espanto no mundo.
10 medidas para um Brasil progressista
08/02/2017
Chega! Basta! Ponto final! É o limite! 

Em pleno século XXI é inadmissível não termos nos alinhado ainda integralmente aos ideais new progressistas. Mas ainda dá tempo, temos um presidente que tem se esforçado, contudo não é o líder que fará vingar nosso ideal de ordem e progresso. Por isso, este colunista se coloca à disposição para listar algumas medidas para o nosso futuro ou futura presidente colocar o Brasil definitivamente nos trilhos do progresso. 

1. Mudança de língua – um país desenvolvido não pode se conformar em falar português. Língua retrograda, com suas análises sintáticas, concordâncias, regências, seus encontros vocálicos, isso é macumba de Cabral. Nós temos de falar inglês, esta sim é uma língua progressista, língua de país desenvolvido e moderno. Chega de português.

2. Dividir o congresso – não há deselegância maior que essa feira livre de partidos políticos no Brasil. Dois bastam. Pode ser assim, de um lado o partido Vale/Odebrecht e do outro o Friboi. Seria lindo. 

3. Acabar com o SUS – absurdo isso do governo dar plano de saúde gratuito para pobre. Isso é um nítido atentado a seleção natural de Darwin.  Com o SUS o governo adia a morte dos pobres, e com tanto pobre nunca seremos um país internacionalmente respeitado. As pessoas precisam pagar por seus médios e pronto. O SUS é o nosso maior desperdício de dinheiro. 

4. Civilizar a população indígena – como nosso agronegócio vai crescer com tanto índio com direito a terra nesse país? Não podemos admitir que esses pagãos tenham direito a terras que poderiam estar sendo produtivas para o agro que é pop, que é rock e que é bossa nova. Muitos já foram dizimados é verdade, mas o pouco que resta ainda é muito. Não podemos aceitar índios que não falem pelo menos duas línguas nesse país. Vamos fazer um plano para aproveitar sua mão de obra nas médias e grandes cidades, pois é através do trabalho que daremos dignidade a essa gente. 

5. Devolver os negros para a África – os negros ficam com essa conversa de equidade, reivindicando reparação das desigualdades. Vamos devolvê-los para sua terra natal. A África o que é da África. 

6. Ampliar nosso exército – precisamos ser mais fortes militarmente. Assim poderemos invadir e intervir na Venezuela, na Bolívia, no Equador e em todos os nossos vizinhos que cismam com essa ideologia Bolivariana esquerdista. 

7. Muros – Precisamos murar nossas fronteiras, especialmente com Bolívia, Paraguai e Colômbia. 

8. Armas atômicas – não há progresso respeitável sem um programa nuclear pujante. 

9. Mais presídios – temos que prender, prender, prender e prender. É prendendo que a gente prende.

10. Roberto Justos. 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
28/03/2020 | Brasil Kamikaze
21/01/2020 | Ensino ensino meu
« ver todos
 
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)