Notícias | Cidades

Operação contra o ''novo cangaço'' em Varginha que resultou em 26 mortes, completa 1 ano

Da redação | 31/10/2022 - 16:38:08
(Foto: Márcio Borges / Varginha Online)
Na manhã de domingo, 31 de outubro do ano passado, Varginha amanhecia com a notícia de que uma quadrilha especializada em roubo a bancos, teria sido morta durante a madrugada em uma grande operação policial na cidade.
Na ocasião, 26 suspeitos morreram em confronto com a polícia. Eles foram surpreendidos em dois sítios alugados na Zona Rural da cidade. Na operação, nenhum policial se feriu.

Foto: Polícia Militar / Polícia Rodoviária Federal
Segundo as investigações da polícia, o grupo planejava um roubo de R$ 65 milhões em um centro de distribuição de valores do Banco do Brasil. Para isso, usaria a tática também conhecida como "Novo Cangaço", que costuma ocorrer em municípios do interior, onde os criminosos com fuzis e explosivos dominam as forças de segurança, roubam as instituições financeiras e fazem moradores reféns.

Foto: Polícia Militar / Polícia Rodoviária Federal
Segundo levantamento realizado pelo UOL com informações do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e de entidades ligadas ao setor, a operação em Varginha é considerada como a mais letal contra casos apontados como "novo cangaço" no país. 

Relembre a “Operação Novo Cangaço”

Durante uma operação da Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar na madrugada do domingo, dia 31 de outubro de 2021, em Varginha, 26 suspeitos de integrar uma quadrilha de roubo a banco morreram durante confronto com as polícias.
De acordo com a Polícia Militar, no dia anterior, informações davam conta de movimentações suspeitas e de um possível ataque a instituições financeiras na região. Diante das suspeitas, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado e em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, localizaram onde estaria os suspeitos de fazer parte da quadrilha “novo cangaço”.

Foto: Polícia Militar / Polícia Rodoviária Federal
O confronto ocorreu em duas chácaras da cidade. Na primeira, 18 criminosos foram mortos quando atacaram os policiais. Na segunda chácara, foram oito mortos. O grupo estava armado com um arsenal de guerra, explosivos e coletes a prova de balas.

Foto: Polícia Militar / Polícia Rodoviária Federal
Ao todo foram apreendidos 26 armas, dois adaptadores, 5.059 munições, 116 carregadores, 1 capacete à prova de balas, diversos explosivos, coletes balísticos, rádios comunicadores, 12 galões de gasolina de 18 litros cada e quatro galões de diesel de 100 litros cada. Entre as armas, havia um ponto 50, além de fuzis e granadas. Além do das armas e dos materiais, pelo menos 12 veículos roubados que estavam com os criminosos foram recuperados.

Leia Mais

Caseiro morto durante confronto em Varginha teria envolvimento no crime, afirma PM

Comissão de Direitos Humanos ALMG vai investigar ação em Varginha, afirma deputada do PSOL

Homens mortos em confronto com a polícia em Varginha, fugiriam em carreta com fundo falso, diz PRF

´Parabéns a todos heróis envolvidos´, diz Governador Romeu Zema pelo Twitter sobre ação que resultou na morte de 25 criminosos, em Varginha 

 
 

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter e no Instagram.

Receba gratuitamente nossas notícias no seu celular, escolha o aplicativo de sua preferência:

 
Últimas Notícias
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Página Principal | Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online
Site associado ao Sindijori

Todos os direitos reservados 2000 - 2023 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)