Coluna | Fatos e Versões
Rodrigo Silva Fernandes
Advogado e articulista político do Jornal Gazeta de Varginha. Escreve todas as quartas e sextas.
Novo investimento; O luxo do lixo; Falta de planejamento ou recursos
20/03/2019
Novo investimento

O Grupo Boticário anunciou na quarta-feira (13/3) que vai lançar neste semestre um novo centro de distribuição em Varginha. O armazém será instalado no Porto Seco do Sul de Minas, empregará cerca de 250 pessoas e, inicialmente, vai centralizar as operações de distribuição de maquiagens e cremes da marca. O grupo Boticário faturou R$ 13,2 bilhões em 2018, um crescimento de 7% em relação a 2017. Para este ano, a empresa prevê uma expansão na mesma ordem, apesar das dificuldades de crescimento da economia. A companhia deve realizar R$ 300 milhões em investimentos neste ano, mesmo montante registrado no ano passado. Do total, R$ 100 milhões serão destinados ao novo centro de distribuição e à expansão de capacidade das duas fábricas em Camaçari (BA) e São José dos Pinhais (PR). As negociações do Porto Seco do Sul de Minas, com apoio da Prefeitura de Varginha, tem sido o maior captador de investimentos para Varginha, consolidando o esperado aeroporto de cargas da cidade. Empresas como a polishop, empresas farmacêuticas e agora a Boticário consolidam o Porto Seco alavancam a arrecadação de Varginha.

O luxo do lixo

Quantos litros, em média, cada caminhão da companhia Copas descarrega de chorume no aterro sanitário (depósito de chorume)? Qual o atual estoque em litros de chorume armazenado no aterro sanitário e qual o tratamento dado para que não haja penetração de chorume no lençol freático? Qual a destinação dada pela Copasa ao chorume? Como é tratado pela Copasa o líquido contaminante (chorume), bem mais forte que o esgoto doméstico? Os gases, que também são produzidos pela decomposição de matérias orgânicas, estão sendo queimados e aproveitados como fonte energética? Estas e outras questões precisam ser re spondidas pela Copasa, após requerimento de informações realizado pelo Legislativo. Existem outras empresas que demandam especial atenção no quesito meio ambiente e que não são monitoradas pelas autoridades. Será que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente ou a Copasa (que gerencia o aterro sanitário municipal) tem conhecimento do que algumas empresas despejam no lixo local? Quem faz este controle e fiscalização?

Águas de março!

A coluna tem dito ano a ano sobre o necessário e nem sempre feito, planejamento municipal para limpeza e reparo das vias públicas em Varginha. O período chuvoso é um grande entrave para a realização da operação tapa buraco e para recapeamentos, sem falar que a água é um dos elementos que mais danifica o asfalto. Além disso, as chuvas também fazem crescer o mato em ruas e avenidas, praças e terrenos baldios pela cidade. Deste modo, o trabalho preventivo de limpeza e manutenção da cidade precisa ser realizado minuciosamente antes do período chuvoso! Contudo, na Prefeitura de Varginha, quando não falta planejamento, falta recursos, e vemos multiplicar os pedidos de limpeza e manutenção das vias. Neste caso, em 2019 faltou recursos, pois o município amarga um calote superior a R$ 55 milhões do Governo de Minas. Assim, regiões como a praça da Mina, Ribeirão Santana entre outros estão cobertos de mato e os principais corredores de trânsito da cidade possuem buracos a reparar! A Prefeitura de Varginha já realizou uma grande contratação de mão de obra para a capina e limpeza da cidade e deve nos próximos dias agilizar a compra da caríssima massa asfáltica comercializada em Varginha, para reparar as vias! Só faltou dizer que, mais uma vez, as águas de março que são sempre previsíveis, pegaram de surpresa o Executivo municipal, que nem sempre faz planejamento!

Falta de planejamento ou recursos

Além da limpeza urbana e manutenção das vias públicas, outra área importante da gestão municipal está enfrentando problemas em Varginha. Não se sabe se por falta de recursos ou planejamento mesmo! A iluminação pública esta com inúmeras reclamações e pedidos atrasados para reparos e modernização da iluminação pública. O serviço é de responsabilidade da Prefeitura de Varginha, porém é terceirizado para empresa contratada pelo município. Recentemente foi cobrada a instalação e melhoria na iluminação pública nos seguintes locais: na interligação dos bairros São Sebastião e Carvalhos; na ligação entre a Rua Geraldo Pereira Simões, no bairro Industrial Reinaldo Foresti e a avenida Celina Ferreira Ottoni; e na ligação entre a rua Iray Bueno Sarto, no bairro Imperial com a rua Vicente Grecco, no bairro São Sebastião: Por qual motivo nada ainda foi feito? A culpa é do município ou da empresa contratada? O que pode ser realizado para melhorar a iluminação pública e ampliar a segurança no local? 

Cadê o dinheiro da aposentadoria?

O vereador Pastor Fausto (PR) requereu informações sobre as obras em andamento da construção do prédio da sede própria do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Varginha – Inprev - e ao Ministério Público do Estado de Minas Gerais: De acordo com a placa instalada no local, o custo total da obra está estimado em R$ 6.526.682,03. Qual foi a metodologia utilizada para definir esse valor? Há no Estado algumas instituições que calculam o Custo Unitário Básico de Construção (CUB/m²), isto é, uma média de quanto custa o metro quadrado de área constru&iacute ;da. O Executivo utiliza-se dessas informações para evitar que as construtoras cobrem um valor muito acima da média? Houve processo licitatório para definir a empresa responsável pela obra? Se positivo, qual foi a empresa vencedora e quando ocorreu o processo? Qual o valor que o Município pagou pelo terreno e qual o valor que foi deduzido na dívida existente junto ao Inprev? Por fim, que seja enviado para esta Casa, cópia dos projetos da referida obra. O valor informado na placa parece muito expressivo para abrigar a sede do Inprev, ainda mais sabendo que o instituto dos servidores possui milhões de reais para pagar em aposentadorias e realizou maus investimentos nos últimos anos quando emprestou recursos ao município de Varginha e hoje custa a receber! Não parece coerente, nem economicamente inteligente gastar milhões na construção de uma sede própria num momento em que a reforma da previdência pode mudar completamente o cenário administrativo para o Inprev! Será que a placa indicativa esta errada ou os gestores do Inprev sabem de algo que o resto do Brasil não sabe?

Fake News

Na semana que passou correu um boato pelas redes sociais que o ex-vereador e atual diretor do Hospital Regional, Rogério Bueno teria deixado o Partido dos Trabalhadores e ingressado no Democracia Cristã, legenda do deputado estadual Cleiton Oliveira, a quem apoiou na eleição passada. A coluna conversou com Rogério Bueno que desmentiu a notícia falsa com a sua suposta saída do PT. Rogério Bueno disse que o PT passa por momento de “mudanças e retomada de suas forças” para sair do isolamento político na esquerda e que o partido provavelmente vá lançar candidato a prefeito em Varginha nas eleições de 2020, contudo, isso não tem sido tema das reuniões da legenda na cidade. Bueno disse que embora tenha ocorrido uma “fragmentação de forças” dentro da legenda na cidade, visto que lideranças do PT, (inclusive ele) apoiaram nomes de outros partidos (como Cleiton Oliveira do Democracia Cristã), mesmo a legenda possuindo nomes locais como Geisa Teixeira que perdeu a reeleição para deputada estadual. Ainda assim, o PT elegeu nomes relacionados com lideranças locais que devem colaborar nas eleições de 2020 em Varginha. Odair Cunha, Patrus Ananias e Rogério Correa foram eleitos deputados federais e possuem aliados no PT municipal. Da mesma forma, Ulisses Gomes e Beatriz Cerqueira foram eleitos deputados estaduais pelo PT e também possuem aliados no PT de Varginha. Estes parlamentares certamente devem influenciar no caminho escolhido pelo PT local em 2020.

Fake News 02

Para Rogério Bueno, muitos dos partidos de esquerda (e também de direita) vão mudar até as eleições de 2020. O ex-vereador, que foi candidato a prefeito de Varginha pelo PT em 2016, acredita que a clausula de barreiras e mesmo o desgaste de muitas legendas vai forçar a mudança de postura e rumos em muitos partidos. É esperado inclusive a unificação de legendas com objetivo de manter o fundo partidário e participação na propaganda de rádio e TV, além do número mínimo de deputados eleitos no Congresso para que o partido tenha direito a estrutura partidária na Câmara e Senado. Seguramente o Partido dos trabalhadores foi a legenda que mais perdeu nos últimos anos, seja em poder político, espaço na máquina pública e muito de seus parlamentares e prefeitos. Da “velha guarda política local” o PT perdeu o controle da coordenadoria do DER/MG, que está vaga após a saída de Raimundo Zaiden, além da vaga no Copam/Semad, área de meio ambiente onde o petista José Oswaldo Furlaneto (Zé Dobrada) foi exonerado e não foi nomeado substituto no atual governo Zema. Também vale destacar a vaga aberta com a saída de Luiz Carlos Magiapelo da Junta Comercial em Varginha. Embora não seja do PT, Magiapelo foi reconduzido pelo PT de Pimentel à época, tendo em vista os bons números apresentados pela unidade da Junta Comercial em Varginha na época. Vê-se que a não nomeação de substitutos em muitas áreas do governo estadual em Varginha mostra que o Governo Zema ainda não começou e não “montou seu grupo” para fazer política na região. O Partido Novo não tem quadros para preencher todas as áreas do Estado e com as eleições municipais chegando em breve, tais postos podem ser importante “moeda de troca” pelo interior afora!

Fake News 03

A coluna não conseguiu falar com a ex-deputada Geisa Teixeira, mas apurou que a ex-primeira dama de Varginha tem ficado no Rio de Janeiro após a derrota nas urnas. Segundo amigos próximos, a petista não tem desejo de sair da legenda, mesmo sabendo dos desgastes e desafios enfrentados pela sigla. Contudo, pelo que foi apurado a petista não esta “animada, por agora, a enfrentar novas eleições”! No meio petista existe grande “apreensão política para saber o que fazer com as três principais lideranças municipais da sigla: Geisa Teixeira, Corujinha e Rogério Bueno, bem como conseguir uma forma de gerar novas lideranças municipais sintonizadas com os princípios de esquerda da legenda. Nos bastidores comenta-se que Geisa, atualmente, estaria “desinteressada” em candidatar-se a prefeita em 2020, já Corujinha dizem não querer saber de política “pelo resto da vida”, já Rogério Bueno, mesmo tendo interesse em representar o PT numa disputa majoritária, já não teria o “mesmo apoio do passado, depois que abandonou uma candidatura legítima do partido (Geisa) para apoiar um candidato de fora da legenda (Cleiton Oliveira). Fora da legenda, são poucos os que acreditam que o PT vá conseguir se recuperar eleitoralmente voltando a possuir a densidade eleitoral do passado.   

Perguntar não ofende

A coluna não conseguiu contato com a ex-deputada Geisa Teixeira! Será que ela realmente saiu do Partido dos Trabalhadores como dizem, ou trata-se de mais uma fake News do mundo político? Será que Geisa tem mais alegrias ou mágoas do PT local?

Rogério Bueno disse que não tem mágoa de ninguém no PT local, disse que continua no partido em Varginha mesmo não tendo apoiado a candidatura oficial de reeleição da petista Geisa Teixeira. Será que Geisa e demais petistas locais pesam da mesma forma?

Será que partidos como PRB, PSC, Novo, PSL entre outros estão abrindo porteiras incondicionalmente para receber integrantes dos partidos tradicionais? Será que vale a pena deixar legendas tradicionais estruturadas com PSDB, PP, MDB neste momento?

A troca de comando na Guarda Civil Municipal de Varginha vai “apaziguar os ânimos” na tropa? A dificuldade da instituição em reconquistar a credibilidade junto a comunidade e autoridades municipais pode colocar fim a Guarda Civil, como ocorreu em outras cidades?

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)