Coluna | BRASILzão
Fábio Brito
O editor e jornalista Fábio Brito é responsável pela edição e publicação de centenas de títulos voltados às realidades do Brasil. Durante anos esteve à frente de selos editoriais importantes e renomados e no presente momento impulsiona, através de consultorias específicas nas áreas editorial e cultural, os selos Bela Vista Cultural e FabioAvilaArtes. A coluna Brasilzão, inicialmente através do Jornal Correio do Sul, de Varginha, foi iniciada em 11 de julho de 2004 e tem contado com a importante parceria do Varginha Online na disponibilização de vivências de Fábio Brito por todo o Território Nacional e por países por onde perambula em suas andanças.
2020: faltam treze dias...
19/12/2019
Faltam treze dias para terminar o ano de 2019.

Temos treze dias para refletir, olhar para trás e tentarmos nos lembrar dos bons momentos vividos desde o primeiro dia do ano.

"Foi tudo muito rápido", me dirá você.

"Não foi tão rápido assim", retrucarei.

- Você se lembra dos momentos vivenciados na primeira semana de janeiro de 2019?

- Ah não, isso eu não me lembro!

- Já faz tanto tempo, não é mesmo?

Sei que este será o seu argumento por ter memória curta ao não saber apreciar o passar do tempo.

Uma senhora, uma de minhas melhores amigas, do alto de seus 94 anos, ao topo de quase dez décadas de existência humana me dirá: "você não sabe apreciar o passar do tempo, você não sabe lidar com o tempo".

Estarei velhinho, curvadinho, "uma gracinha". Como se referirão à minha pessoa ao estar próxima da ampla sabedoria do que é viver no Planeta Terra?

Estarei eu apto ao degustar a experiência da juventude acumulada no decorrer dos anos? Estarei otimista?

Continuarei agnóstico ou buscarei alicerce na sustentabilidade emocional através da crença espiritual religiosa? Estarei tranquilo o bastante para aceitar o findar de minha existência?

São treze dias preciosos à minha frente, são treze dias vezes x vinte e quatro horas x sessenta minutos.

Serão trezentos e doze horas ou um mil oitocentos e setenta e dois minutos a estarem absorvidos em minha existência de forma racional, passional, intelectual, sensacional...

Número treze. Número cabalístico. Treze dias. Treze dias com vinte e quatro horas. Vinte e quatro horas com sessenta minutos. Sessenta minutos com sessenta segundos. Tenho que viver intensamente estes últimos treze dias que não voltarão mais, mas que ficarão gravados eternamente na minha mente.

 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)