Coluna | BRASILzão
Fábio Brito
Presidente da Empresa das Artes, editora com mais de 160 obras publicadas nos segmentos de turismo, meio-ambiente e cultura; de guias de viagem a livros de arte. Os textos de Brasilzão são de sua autoria.











Paris, uma vida de citadino!
21/02/2017

Sempre que venho a Paris tenho a impressão de redescoberta, de deslumbre e de admiração pela zeladoria urbana existente em prol não somente da preservação do patrimônio arquitetônico-cultural existente mas também, e sobretudo, para facilitar a vida dos parisienses e dos visitantes na Cidade Luz.

A capital francesa, além de ser maravilhosa, esteticamente falando, tem suas calçadas bem cuidadas, ruas corretamente pavimentadas, sinalização urbana para pedestres, turistas e motoristas, pessoas com necessidades especiais e iluminação feérica para ressaltar as belezas do legado cultural existente em seu território.

São mais de 300 estações de metrô, trem urbano, trolebus e ônibus silenciosos e confortáveis além de táxis e ubers.

Mais de 50 por cento de sua população se locomove a pé pois trata-se de uma cidade plana e portanto sem acidentes topográficos, com exceção do poético e romântico bairro de Montmartre.

O serviço dos garçons nos bares e restaurantes parisienses é impecável: são profissionais ágeis, corteses e competentes.

Existe a possibilidade de alimentar-se por pouco pois há menus com custos para todos os bolsos e alguns itens têm preços inferiores aos praticados na capital paulista. Uma garrafa mineral de um litro e meio, como exemplo, pode custar menos de um real (30 centavos de euro).

Nas segunda-feiras, como na data de ontem, os museus abertos estão repletos de visitantes. As galerias de arte se traduzem por passeios gratuitos dentro de um roteiro turístico-cultural e contemporâneo que nos permite descobrir tendências artísticas de todas as épocas e para todos os gostos.

Para o leitor contumaz existe a possibilidade de adquirir obras de clássicos escritores por apenas um euro (menos de quatro reais !!!). Por 10 euros leva-se consigo títulos renomados de Balzac, Zola, Flaubert, Maupassant, Camus, dentre tantos outros seres especiais do século 19 os quais são meus preferidos!

Queijos, vinhos, cidra doce ou amarga, chouriços, champagne, geleias, frutas para nós outros exóticas, tortas e doces tornam ainda a nossa estada uma orgia gastronômica. Sem contar os pães e croissants!!!!

Resumindo, adoro Paris.

E, sobrando um tempinho, podemos conhecer as cidadezinhas e vilarejos próximos à Capital que são verdadeiros locais de charme como Chantilly, Chartres, Senlis, Compiegne, Versailles, Ermenonville...

Viva Paris!!!

 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)