Notícias | Covid-19
Agência Brasil | 21/10/2020 - 12:46:35
Bolsonaro diz que governo federal não comprará vacina CoronaVac
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
A CoronaVac prevê a administração de duas doses por pessoa
 
O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (21) que o governo federal não comprará a vacina CoronaVac, que está sendo desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. De acordo com ele, antes de ser disponibilizada para a população, a vacina deverá ser “comprovada cientificamente” pelo Ministério da Saúde e certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
 
“O povo brasileiro não será cobaia de ninguém. Não se justifica um bilionário aporte financeiro num medicamento que sequer ultrapassou sua fase de testagem”, escreveu Bolsonaro em publicação nas redes sociais.
 
Ontem (21), após reunião virtual com governadores, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, assinou um protocolo de intenções para adquirir 46 milhões de doses da CoronaVac, com o objetivo de ampliar a oferta de vacinação para os brasileiros. O ministério já tinha acordo com a AstraZeneca/Oxford, que previa 100 milhões de doses da vacina, e outro acordo com a iniciativa Covax, da Organização Mundial da Saúde, com mais 40 milhões de doses.
 
Segundo o ministério, o processo de aquisição ocorreria somente após o imunizante ser aprovado e obter o registro junto à Anvisa. Para auxiliar na produção da vacina, a pasta já havia anunciado o investimento de R$ 80 milhões para ampliação da estrutura do Butantan.
 
A CoronaVac já está na Fase 3 de testes em humanos e, segundo Instituto Butantan, ela é uma vacina segura, ou seja, não apresenta efeitos colaterais graves. Ao todo, os testes serão realizados em 13 mil voluntários e a expectativa é que sejam finalizados até dezembro.
 
Caso a última etapa de testes comprove a eficácia da vacina, ou seja, comprove que ela realmente protege contra o novo coronavírus, o acordo entre a Sinovac e o Butantan prevê a transferência de tecnologia para produção do imunizante no Brasil. A CoronaVac prevê a administração de duas doses por pessoa.
 
Ministério da Saúde
 
Já em pronunciamento na manhã de hoje, o secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, informou que “houve uma interpretação equivocada da fala do ministro da Saúde” e não houve qualquer compromisso com o governo do estado de São Paulo o no sentido de aquisição de vacina contra a covid-19. “Tratou-se de um protocolo de intenção entre o Ministério da Saúde e o Instituto Butantan, sem caráter vinculante, por se tratar de um grande parceiro do Ministério da Saúde na produção de vacinas para o Programa Nacional de Imunizações [PNI]."
 
Franco esclareceu que é “mais uma inciativa para tentar proporcionar vacina segura e eficaz para a nossa população, neste caso como uma vacina brasileira” e se estiver disponível antes da vacina da AztraZeneca/Oxford ou da Covax. “Não há intenção de compra de vacinas chinesas”, ressaltou.
 
O secretário reforçou que qualquer vacina depende de análise técnica e aprovação da Anvisa, pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) e pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec) do Sistema Único de Saúde (SUS). Franco reafirmou que quando qualquer vacina estiver disponível, certificada pela Anvisa e adquirida pelo Ministério da Saúde, ela será oferecida aos brasileiros por meio do PNI e, “no que depender desta pasta, não será obrigatória”.

 

 

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter.

 

Comente a Notícia!

Últimas Notícias
Boletim do coronavírus - 24/11/2020
Varginha registrou 15 novos casos de Covid-19 nesta terça-feira (24).
Geral - 24/11/2020
Maria José, de 84 anos, cuida de aproximadamente 10 gatos e 170 cães no Sítio Maria José Semionato, em Varginha.
Geral - 24/11/2020
O Corpo de Bombeiros Militar de Varginha postou um vídeo em suas redes sociais nesta terça-feira (24), com dicas de segurança em caso de vazamento de gás.
Geral - 24/11/2020
O ano de 2020 está marcado predominantemente pela necessidade de distanciamento social e de sair menos e permanecer em casa.
Geral - 24/11/2020
A Graduação a Distância do Grupo Unis está promovendo uma live sobre "Preparação Física e Rotina de Treinamento", que acontecerá nesta quarta-feira (25), às 20h.
Geral - 24/11/2020
Às 18h30 desta terça-feira (24), acontece a Reunião Plenária Extraordinária promovida pelo Conselho Municipal de Saúde de Varginha.
Economia - 24/11/2020
Os usuários do Pix já fizeram 4,39 milhões de portabilidade de chaves, entre 5 de outubro e o último domingo (22), informou hoje (24) o Banco Central (BC).
Geral - 24/11/2020
O Prof. Rodrigo Franklin Frogeri foi premiado como melhor revisor da Conferência Internacional sobre Sistemas de Informação (ICIS).
Geral - 24/11/2020
A Black Friday de 2020 será a primeira da história realizada em meio a uma pandemia.
Falecimento - 24/11/2020
O Colégio dos Santos Anjos comunicou nesta segunda-feira (23), o falecimento da Irmã Aparecida Souza, aos 78 anos.
Economia - 24/11/2020
Quase 200 mil contribuintes que tinham caído na malha fina do imposto de renda e acertaram as contas com o Fisco receberão o dinheiro.
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco