Notícias | Eleições
Portal Uai | 08/09/2014 - 11:12:19
Aécio cobra posição de Dilma sobre mensalão da Petrobras
Foto: Igo estrela/Coligaçao Muda Brasil
Aécio participou ontem em São Gonçalo, no Rio, de evento com evangélicos, onde afirmou ser contrário à legalização do aborto (Foto: Igo estrela/Coligaçao Muda Brasil)
Para tucano, 'não dá para a presidente dizer que não sabia o que vinha acontecendo' na Petrobras
 
O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse que é preciso uma posição contundente da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) sobre as denúncias de um esquema de propinas envolvendo políticos da base do governo na Câmara e no Senado em obras da Petrobras. O tucano afirmou que a petista não poderá dizer que “não sabia o que vinha acontecendo”, já que os principais cargos da estatal são ocupados por indicações do PT. 
 
“Não dá para a presidente Dilma dizer que não sabia o que vinha acontecendo. A marca mais perversa do governo do PT é o aparelhamento do Estado. Eles têm um plano para se perpetuar no poder, causando situações como esta da Petrobras. Os cargos de direção precisam ser ocupados por pessoas sem ligação com partidos políticos, e não por pessoas que negociem, troquem favores”, disse o senador. 
 
Ele voltou a se referir ao caso como “mensalão 2” e disparou contra a gestão petista citando atos de corrupção envolvendo empresas públicas. “Aguardamos que outras informações possam vir, mas essas denúncias mostram que o mensalão não acabou, ou pelo menos que se criou o mensalão 2 durante todo esse período de governo do PT. As empresas públicas se submeteram a um projeto de poder”, afirmou. 
 
Aécio sugeriu que o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa volte a prestar depoimento à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) instalada no Congresso para dar mais detalhes sobre como funcionava o esquema. Ressaltou que será importante ter “cautela” ao lidar com as denúncias. “Não condeno previamente ninguém, mas que existia, segundo o diretor mais importante da empresa, uma organização criminosa funcionando dentro dela durante todo esse período de governo, isso parece que é, segundo a Polícia Federal, um fato inquestionável. É uma empresa que teve sempre atenção muito próxima da presidente da República”, alfinetou o tucano. 
 
Pastores
 
Na manhã desse domingo, Aécio visitou a igreja evangélica Ministério Flor de Lis, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Durante a visita, o tucano ouviu os depoimentos de pastores da igreja, ex-traficantes do Comando Vermelho, facção criminosa que atua em vários morros da capital fluminense. O candidato ainda recebeu declaração de apoio dos dirigentes da igreja evangélica e se comprometeu com os cerca de 300 fiéis presentes a ser contrário à legalização do aborto e à descriminalização das drogas. 
 
“Reafirmo meu compromisso, as minhas crenças com estes temas. Nesta luta contra o tráfico, a ideia é colocar em prática um programa de assistência aos jovens de ensino médio entre 15 e 18 anos. O Poupança Jovem deposita um valor na conta desse aluno que, ao fim do período, retira o valor depositado desde que tenha 80% de frequência nas aulas e não tenha qualquer envolvimento com o crime”, disse Aécio. Ao descer do palco, o tucano brincou com o crescimento da candidata Marina Silva (PSB) nas pesquisas, que o colocou no terceiro lugar na corrida presidencial. “Ainda bem que faltam quatro semanas para a eleição”, disse.

 

 

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter.

 

Comente a Notícia!


Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)