Notícias | Eleições
Gazeta de Varginha | 19/07/2012 - 17:47:38
Acompanhe na íntegra a entrevista com o candidato Antonio Silva do PTB
Foto: Gazeta de Varginha
(Foto: Gazeta de Varginha)

Acompanhe na íntegra a entrevista com o candidato Antonio Silva do PTB

Gazeta: Suas administrações a frente do executivo de Varginha foram precedidas de momentos financeiros delicados ara os cofres públicos. Suas administrações foram apontadas como técnicas e voltadas para a gestão e não para  social. O senhor acredita poder dar um caráter mais social a uma eventual terceira administração ? E como fazer isso com a atual situação administrativa e financeira da prefeitura?

Candidato: Nós enfrentamos alguns desafios na área financeira, principalmente na segunda gestão, tivemos que nos voltar para uma administração mais austera, mas nunca descuidando do social, um prefeito que chegou com poucos recursos, sem apoio de Caixa Econômica Federal e de governos como temos hoje, encaminhar quatro mil famílias nos programas habitacionais, que implantou o Centro de Oncologia, duplicou o tamanho do hospital Bom Pastor, construiu Policlínicas em quase todos os bairros, creches e tivemos um cuidado muito grande com as escolas, bancamos a merenda escolar, apesar das dificuldades financeiras, fizemos uma administração voltada para o social, meu compromisso com a divida social foi resgatado em todas as duas gestões, e conseguimos tranquilamente equilibrar Antonio Silva, do PTB as finanças do município, entregar na primeira gestão uma prefeitura com três folhas de pagamento em caixa, e na segunda gestão com nenhuma parcela de divida vencida, todas elas quitadas, tanto que não tive nenhum problema com a lei de Responsabilidade Fiscal e nem com o tribunal de contas. Numa eventual nova gestão, iremos enfrentar algumas dificuldades, não digo no campo financeiro, mas no campo organizacional, teríamos que organizar alguns setores da prefeitura, e a nossa experiência vai nos permitir chegarmos trabalhando no dia 2 de janeiro.

Gazeta: O seu plano de governo apresentado a Justiça Eleitoral contempla diversas aplicações e obras. É sabido que a situação financeira de varginha não é das melhores, o que poderia ser cortado e economizado na atual administração para gerar recursos de investimento no futuro? Do mesmo modo, o que o senhor manteria da atual gestão petista? E por quê?

Candidato: Tenho um otimismo diferentedas gestões passadas, hoje vivemos um momento de prosperidade, há uma fartura de recursos na área federal e estadual, apresentando um bom projeto em Brasília você volta com dinheiro, tem dinheiro pra esportes, saúde, educação, diversos programas na área federal, hoje a Caixa Econômica banca tudo, a Caixa tem recursos para financiar habitação, enfim, com a facilidade recursos, uma arrecadação seis vezes maior do município, do que aquela que eu administrei, hoje temos uma arrecadação em torno de 240 milhões, na minha gestão uma média de 35 , 40 milhões na gestão de 2000, com essas facilidades e com as experiências profissionais tanto do meu vice como a minha no aspecto gerencial, teremos facilidade de rapidamente de equilibrar as finanças do município, e partir para uma execução de um programa de governo que foi construído ouvindo a população de Varginha. Quero fazer uma administração voltada às pessoas mais humildes, como sempre eu fiz.

Gazeta: Muito setem falado sobre o perfil do atual prefeito, que descentraliza as decisões e não apresenta resultados. De igual modo, dizem que o senhor centraliza as decisões. No seu entendimento, até que ponto o perfil do prefeito influencia no andamento e eficiência da administração? E o como serão tomadas as decisões na administração caso o senhor vença as eleições?

Candidato: Trabalhei 20 anos administrando empresas e quase 20 anos trabalhando na administração pública, essa visão é muito clara, temos uma limitação nas decisões porque essas decisões são estritamente legais, elas têm que ter sempre antes uma lei que autorize a iniciativa do prefeito, é o princípio que diferencia a administração pública da privada, sempre administrei com equipe, descentralizar não significa perder o controle da situação, se você descentraliza você tem que verificar os resultados. Por melhores que sejam os resultados é sempre bom rever as estratégias. O sentimento do trabalho em equipe sempre foi o meu lema, e eu nunca perdi o controle da descentralização, talvez seja por isso que algumas pessoas não conhecendo meu estilo, possam me atribuir uma condição de centralizador, prefeito não é onipresente e nem onipotente, é impossível ser centralizador.

Gazeta: As duas principais candidaturas de oposição, a sua encabeçada pelo PTB e a do Democratas, nasceram da mesma insatisfação ao atual governo. Acreditava-se que este grupo oposicionista lançaria apenas uma chapa. Quais as diferenças e semelhanças política e programática da candidatura do Democratas e a sua?

Candidato: Minha candidatura é sem segredos, é bastante conhecida, e as pesquisas mostram que mais de 90% da população nos conhece, sabem do nosso estilo de administrar, o maior responsável pela minha candidatura foram os resultados das pesquisas que mostraram que nós liderávamos com certa margem de folga sobre os demais concorrentes, o incentivo popular fez com que eu me candidatasse, a população cobrava essa candidatura, e eu não pude deixar de me candidatar. Minha candidatura não é uma aventura vaidosa, mas para cumprir uma missão, de resgatar a esperança desses milhares de pessoas que acreditam no nosso trabalho.

Gazeta: As eleições deste ano têm como pano de fundo as eleições de 2014. Com o lançamento da candidatura do Democratas, apoiado pelo PP o grupo político que apóia a sua candidatura ainda não possui Deputado Federal. Dizem que o deputado federal Diego Andrade pode vir a apoiá-lo. Isso é possível? Quais políticos ou setores podem vir a apoiá-lo até as eleições em outubro? E porque fariam isso?

Candidato: Qualquer prefeito eleito deve manter um relacionamento muito bom com as outras esferas de governo, naturalmente isso facilitará o nosso relacionamento, no qual tivemos experiências bastante positivas no passado. Com relação ao governo do estado, temos o apoio do próprio governador, senador Aécio Neves e do secretario de governo Danilo de Castro, esse apoio tem um papel fundamental no projeto que temos para recuperar e acelerar o desenvolvimento econômico de Varginha, que vem perdendo essa corrida para outras cidades que antigamente eram menores que Varginha. Os maiores incentivos para que as empresas venham para Varginha, provem exatamente do governo estadual. O apoio do governador incentivou minha candidatura. Temos o apoio total do Deputado Federal Eros Biondini, que tem uma presença marcante no cenário político nacional, pela sua conduta e sua história. Com relação a um eventual apoio do Deputado Federal Diego Andrade, ele seria muito bem vindo.

Gazeta: O senhor foi prefeito de Varginha por dois mandatos. O que o senhor não fez em oito anos, que espera fazer agora em quatro anos? E quais seriam seus maiores apoiadores em âmbito estadual e federal para ajudá-lo a realizar o que propõe?

Candidato: Temos o apoio do PR, PCdoB, PSB, PTB que é o meu partido e estão integrados a base aliada do governo federal, ocupando ministérios e seriam as portas de entrada para nosso relacionamento com o governo federal, com relação ao governo do estado, temos também uma figura do governo de Minas que é o deputado Dilzon Mello, a presença dele é fundamental para que consigamos realizar obras. A nossa proposta hoje é inovadora, o mundo está diferente das minhas duas últimas gestões, é impossível repeti-las. Varginha não aproveitou o círculo de prosperidade da economia brasileira. Varginha tem uma estrutura excelente, basta que tenhamos uma política agressiva na área de conquista de empreendimentos.

Considerações Finais

Varginha precisa retomar urgente esse crescimento. Estou surpreso com o numero de pessoas desempregadas que nos procurou querendo trabalhar na nossa campanha eleitoral, isso me deixou preocupado. O meu propósito é fazer uma campanha de alto nível, respeitando os demais candidatos e os eleitores. Quero agradecer aos cidadãos Varginhenses por esse apoio e conto com todos para que eu possa novamente atender o anseio da nossa cidade.


 

 

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter.

 

Comente a Notícia!


Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)