Coluna | BRASILzão
Diego Gazola / Fábio Brito
Diego Gazola,(MTB-SP-44.350), é repórter-fotográfico.Graduado em Comunicação Social pela UMESP-SP, tem se especializado em fotojornalismo de viagens. Em cinco anos, já percorreu mais de um mil municípios em todo o Brasil para avaliação dos atrativos e documentação fotográfica dos Guias Turístico-Culturais da editora Empresa das Artes.As fotografias de Brasilzão são de sua autoria.
diegogazola@uol.com.br

Fábio Brito. Presidente da Empresa das Artes, editora com mais de 160 obras publicadas nos segmentos de turismo, meio-ambiente e cultura; de guias de viagem a livros de arte. Os textos de Brasilzão são de sua autoria.
fabiobritocritica@yahoo.com.br
Os Pantanais
12/10/2007

Cão e arara em momento de descontração 
- Onde fica a maior planície alagada do Mundo?

- Na Ásia?

- Não. No Brasil!

- Tem certeza?

- Tenho. E é um espetáculo! Existe algo similar em outros países, como no Senegal, mais exatamente na região da Casamance, repleta de animais que povoam aquelas terras alagadas no continente africano. Mas aqui, em solo brasileiro, encontramos o Pantanal Mato-grossense, onde as águas abundam no período das chuvas. Áreas enormes ficam submersas durante meses, e, nesse período, o jacaré reina absoluto!


Na partida, um aperto no coração e o desejo de retornar em breve

Todos formam uma única família

- Fico imaginando esse paraíso terrestre, com bandos de araras-azuis sobrevoando os vastos céus daquele horizonte intrigante. Árvores repletas de tuiuiús em seus galhos, colhereiros e garças que enfeitam essa região repleta de vida, onde as matas escondem habitantes terríveis como a onça-pintada, sempre em busca da presa dócil, distraída, em meio ao gado pantaneiro.

- Pois é, meu amigo! Tudo isso é real! Eu tive a oportunidade de ficar em um acampamento – Ecological Expeditions – onde os guias, todos com curso de monitoria ambiental, falam vários idiomas e conhecem a natureza como a palma da mão. Entre seus melhores amigos estão araras, porcos-do-mato, periquitos e outros bichos, que aos poucos vão fazendo parte daquela grande família.


Convívio pacífico com personagens da natureza

- Que incrível! E quais são as atividades que acontecem no acampamento?

- Olha, o primeiro desafio é o de ficar alojado em malocas, dormindo em rede. Depois, o fato de não haver luz elétrica no local. A alvorada ocorre por volta das 4 horas da manhã, com o guincho dos macacos; em seguida, o palrar das araras, o canto dos pássaros...

- Meu Deus! Não imaginava que isto existisse no Brasil!

- Hum... Ainda nem contei sobre as atividades e você já está todo afoito... Na hora em que o café é colocado à mesa, às 6 horas, os guias do acampamento tocam um sino. Quem não comparecer prontamente, já perde a primeira refeição do dia...


A arara azul, membro da comunidade, diverte os visitantes

Maloca

- Nossa... E o que se faz enquanto o sol está raiando?

- Bem... Pode ser, digamos, um passeio pela mata, quando o guia vai explicando cada detalhe que se vivencia – a identificação do animal que cruza o nosso caminho, a observação de espécimes vegetais, como, por exemplo, a figueira mata-pau, árvore parasita que está prestes a destruir outra de uma espécie diferente...

- E o almoço?

- É um desafio à parte! Todos entram em um lago repleto de piranhas, com água até a cintura, para pescá-las! Se não pescar, não tem almoço...


Passeios a cavalo são opões de atividades turísticas

Guias poliglotas e capacitados para receber visitantes de todos os cantos do mundo

- Nessas horas eu fico pensando nos mato-grossenses. Será que eles têm consciência do patrimônio natural que possuem? 65% da área do Mato Grosso do Sul acrescentados a 35% da do Mato Grosso perfazem mais de 130.000 km²! É uma loucura! Tamanha superfície é maior do que a de muitos países europeus, e nesta Reserva da Biosfera existe um dos mais ricos ecossistemas do mundo: é uma conjugação de biomas da Mata Atlântica, Chaco, Cerrado e Amazônia. Já pensou?


A sede da Ecological Expeditions está localizada em Campo Grande /MS

Por todo lado, habitantes do Pantanal

- Poucas pessoas sabem que o Pantanal engloba ainda terras argentinas, paraguaias e bolivianas. Lá, nos países “hermanos”, chama-se Chaco; no Brasil, são vários Pantanais.

- Como assim?

- Vou enumerá-los, indo de norte a sul e de leste a oeste: Pantanal de Nabileque, Pantanal do Miranda, Pantanal do Abobral, Pantanal de Nhecolândia, Pantanal do Paiaguás, Pantanal do Paraguai, Pantanal do Barão de Melgaço, Pantanal do Poconé, Pantanal de Cáceres. Ao todo, são dez sub-regiões.


Delicioso jantar é preparado à luz de velas 

- Imagino que muitos brasileiros se aventuram por essas bandas, não é mesmo?

- Mais ou menos. Quando estive no acampamento, a maior parte de visitantes era composta por estrangeiros. Através do Albergue da Juventude, da cadeia Hosteling International, mergulhei na expedição ecológica. Nunca mais esquecerei o que vivi por lá!

- Vou arrumar as minhas malas e rumar para lá!

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
28/09/2009 | Embu das Artes
28/09/2009 | Brasil. Vai Brasil!!!
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)