Coluna | Fatos e Versões
Rodrigo Silva Fernandes
Advogado e articulista político do Jornal Gazeta de Varginha. Escreve todas as quartas e sextas.
Fatos e Versões e Varginha Online nas Eleições Municipais 2020; Bastidores e Novidades
14/10/2020

Fatos e Versões e Varginha Online nas Eleições Municipais 2020

Conforme anteriormente informamos a Coluna Fatos e Versões, do Jornal Gazeta de Varginha e o Portal Varginha Online realizam em todas as eleições municipais uma série de entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Varginha. Neste ano, seguimos o modelo já adotado nos anos anteriores onde franquiamos aos demais candidatos a oportunidade de realizar perguntas entre si, bem como também levamos perguntas dos leitores da Coluna Fatos e Versões e internautas do Portal Varginha Online que enviaram por e-mail perguntas aos candidatos. Cada entrevistado respondeu 10 perguntas, sem limite de tempo para resposta. As entrevistas ocorreram presencialmente, contudo respeitando o distanciamento, com poucas pessoas no local da entrevista e com disponibilidade de álcool gel e ventilação nos espaços. A divulgação das gravações das entrevistas vai respeitar a ordem alfabética, sendo que amanhã, quinta-feira (15/10) vamos publicar nas redes sociais do Jornal Gazeta de Varginha e no Portal Varginha Online as duas primeiras entrevistas, de Anderson Martins (PSDB) e Demétrio Junqueira (Rede). No dia 22/10 será publicada a entrevista com Jonas Loureiro (PCdoB) e Maria da Penha (PSOL). Já no dia 29/10 finalizamos com as publicações das entrevistas de Rogério Bueno (PSB), Vérdi Lúcio Melo (Avante) e Zacarias Piva (PSL). A Coluna Fatos e Versões vai publicar as quartas-feiras, para conhecimento e curiosidade dos leitores, as perguntas formuladas aos candidatos. Sendo que, no dia seguinte, quinta-feira, nas redes sociais será publicada a entrevista na íntegra com perguntas e respostas dos candidatos. Vejam abaixo as perguntas formuladas aos candidatos do PSDB, Anderson Martins e da Rede Sustentabilidade, Demétrio Junqueira.

PERGUNTAS AO CANDIDATO – ANDERSON MARTINS = PSDB

01 – Candidato, estamos passando por uma grave pandemia com impactos na saúde, economia e modo de vida das pessoas. Na sua opinião, quais os acertos e falhas deste governo municipal, neste processo? O que o senhor faria diferente se fosse, hoje, o prefeito de Varginha?

02 - Candidato, o setor produtivo de Varginha, representado principalmente pelo Comércio, Indústria e Agronegócio tem receio que com o impacto econômico da pandemia o Governo municipal aumente impostos. O senhor conhece a atual situação econômica do Executivo? Pode garantir que, se eleito, não haverá aumento de impostos/carga tributária? Sim ou não e porque?

03 – Candidato, Varginha possui fila de espera para vagas nas creches, precisamos terminar a duplicação da BR 491, terminar a duplicação da Avenida do Contorno, sanear o Hospital Regional, estruturar o aeroporto de cargas e passageiros de Varginha, entre outras obras que dependem dos governos, estadual e federal. Como o senhor sugere efetivamente resolver estes problemas?

04 – Candidato, é esperado um aumento no orçamento para os próximos 4 anos com o recebimento dos recursos bloqueados pelo Governo de Minas, aumento de impostos como IPTU e ISS. Qual sua proposta para usar tais recursos em investimentos que garantam desenvolvimento local e não apenas na manutenção da máquina pública?

05 – Candidato, um dos grandes problemas das gestões públicas no Brasil é o aumento crescente de gastos do funcionalismo público. Em Varginha a Prefeitura gasta cada dia mais com a manutenção da máquina pública e menos com o cidadão. Qual a sua proposta para reduzir o gasto com funcionalismo e aumentar os investimentos públicos?

06 – Candidato, qual a sua proposta de atração de novos investimentos privados em Varginha? O que a Prefeitura de Varginha poderia melhorar/facilitar a vida dos empreendedores locais para gerar mais emprego e renda na cidade, caso o senhor vencer as eleições?

07 – Candidato, o senhor não tem experiência política, nem de gestão pública, como pretende superar isso? E como pretende conseguir maioria/apoio na Câmara de vereadores para administrar tendo em vista que seu partido dificilmente conseguiria eleger um número significativo de vereadores?

08 – Candidato, o senhor é um líder empresarial, conhece as dificuldades dos empresários e também as deficiências dos governos. Contudo, também no setor produtivo existem maus exemplos. Grande parte da dívida ativa e outros créditos do município são junto a empresas que não pagam impostos, prejudicam o mercado, exploram funcionários e poluem o Meio Ambiente. Como o senhor pretende separar o bom do mau empresário e recuperar os créditos devidos aos cofres públicos municipais?

09 – Candidato, o senhor vem da iniciativa privada onde existem bem menos amarras e burocracias para contratar, despedir, comprar ou vender. Como pretende implantar no poder público critérios como meritocracia, rapidez de ações, valorização do servidor eficiente e tantos outros?

10 – Candidato, Varginha é uma das principais cidades de MG, possui centenas de chefias e cargos estratégicos na gestão, a maioria deles de livre nomeação. O PSDB possui quadros qualificados para ocupar todos estes postos? Onde vai encontrar bons gestores para seu secretariado com a remuneração disponível atualmente, considerada baixa para o mercado?

PERGUNTAS AO CANDIDATO - DEMÉTRIO JUNQUEIRA (REDE SUSTENTABILIDADE)

01 – Candidato, estamos passando por uma grave pandemia com impactos na saúde, economia e modo de vida das pessoas. Na sua opinião, quais os acertos e falhas deste governo municipal, neste processo? O que o senhor faria diferente se fosse, hoje, o prefeito de Varginha, principalmente na questão sanitária e epidemiológica?

02 - Candidato, o setor produtivo de Varginha, representado principalmente pelo Comércio, Indústria e Agronegócio tem receio que com o impacto econômico da pandemia o Governo municipal aumente impostos. O senhor conhece a atual situação econômica do Executivo? Pode garantir que, se eleito, não haverá aumento de impostos/carga tributária? Sim ou não e porque?

03 – Candidato, o senhor não tem experiência administrativa ou política, desempenhado cargos como vereador ou prefeito, por exemplo e seu partido dificilmente conseguirá fazer maioria no Legislativo. Como o senhor espera superar isso caso seja eleito? Como teria maioria na Câmara? A Rede Sustentabilidade tem quadros preparados para gerenciar a Prefeitura de Varginha? 

04 – Candidato, um dos grandes problemas das gestões públicas no Brasil é o aumento crescente de gastos do funcionalismo público. Em Varginha a Prefeitura gasta cada dia mais com a manutenção da máquina pública e menos com o cidadão. Qual a sua proposta para reduzir o gasto com funcionalismo e aumentar os investimentos públicos?

05 – Candidato, temos na Prefeitura remuneração de servidores em torno de R$ 20 mil reais e outras categorias que nem mesmo têm plano de carreira. Como ajustar isso e garantir maior eficiência a todos os setores do funcionalismo? De igual modo, como garantir o rápido desligamento daqueles servidores que não trabalham com eficiência ou cometem irregularidades?

06 – Candidato, os governos estadual (Zema Partido Novo) e federal (Bolsonaro) possuem “visão política” bem distinta da adotada pelo seu partido, em alguns temas adotam posturas completamente diferentes. Como se daria a relação de um eventual governo da Rede Sustentabilidade sob seu comando, com o presidente Bolsonaro e com o governador Zema? Como se daria estas parcerias? 

07 – Candidato, entre suas ações o senhor propõe ocupar 50% dos cargos de comissão e chefias com negros e mulheres. Este tipo de cota não permitiria que outras qualidades como a competência fossem esquecidas? O gênero ou a raça podem ser o determinante para a escolha de um servidor público?

08 – Candidato, é esperado um aumento no orçamento para os próximos 4 anos com o recebimento dos recursos bloqueados pelo Governo de Minas, aumento de impostos como IPTU e ISS. Qual sua proposta para usar tais recursos em investimentos que garantam desenvolvimento local e não apenas na manutenção da máquina pública?

09 – Candidato, qual a sua proposta de atração de novos investimentos privados em Varginha? O que a Prefeitura de Varginha poderia melhorar/facilitar a vida dos empreendedores locais para gerar mais emprego e renda na cidade, caso o senhor vencer as eleições?

10 – Candidato, o endividado Hospital Regional do Sul de Minas não é assumido pelo Governo de Minas e também não é propriedade do município, embora desenvolva importante trabalho de saúde em Varginha. Como propõe resolver os problemas econômicos do Regional e sua identidade administrativa? Bem como, o que planeja para a Saúde de Varginha, caso seja eleito?

Bastidores e Novidades

A maioria das entrevistas com os candidatos a prefeito de Varginha foram realizadas no último final de semana, aproveitando os feriados do aniversário da cidade em 07 de outubro e 12 de outubro. Entre uma gravação e outra o titular da coluna conversou com os candidatos, seus assessores e apoiadores, onde descobriu notícias interessantes. Acompanhando o candidato do PSB, Rogério Bueno, o deputado estadual Professor Cleiton Oliveira esteve na Gazeta onde também conversou com a coluna. Cleiton é o deputado estadual majoritário em Varginha e tem boa relação com o Governo de Minas, comandado por Romeu Zema do Partido Novo. Na conversa que manteve com a Coluna Fatos e Versões, Cleiton Oliveira antecipou uma boa notícia para Varginha, fruto de articulação política dele e de outros deputados estaduais da região. O Governo de Minas se prepara para retomar a obra de duplicação da BR 491, entre Varginha e a Rodovia Fernão Dias. A obra que foi paralisada no final da gestão do petista Fernando Pimentel, é uma cobrança que Zema enfrenta desde de que tomou posse como governador. Contudo, foi necessário que Cleiton Oliveira e outros deputados da região apertassem o Governo de Minas para que a obra fosse retomada. O pedaço restante da duplicação envolve a construção de duas pontes e algumas das mais caras desapropriações do trecho da obra. O deputado não informou quando a obra vai ser retomada, contudo, a expectativa é de que ainda neste ano os trabalhos sejam retomados e a obra concluída em 2021. Vamos aguardar!

Bastidores e Novidades – 02

Também nas entrevistas realizadas pela coluna, conversamos como prefeito Vérdi Lúcio Melo, que é candidato a reeleição. Vérdi Melo tem acompanhado de perto os números econômicos da Prefeitura de Varginha, mesmo porque precisa estar afiado para os debates e questionamentos que vai enfrentar durante as eleições. Contudo, o prefeito também tem feito estudos econômicos com foco em 2021. Afinal, ganhando ou não as eleições, o orçamento de 2021, está sendo apresentado e estruturado por este governo. Assim, nos estudos e propostas de Vérdi Melo, a coluna teve acesso e notícia em primeira mão que, com a troca de iluminação pública em andamento em Varginha, em 2021, haverá espaço para redução da taxa de iluminação pública. E Vérdi Melo disse que esta redução seria uma de suas propostas, caso seja reeleito. O atual prefeito seguiu o processo de modernização da iluminação pública, iniciado por Antônio Silva, assim que o serviço de iluminação pública foi entregue ao município. O cálculo da taxa de iluminação pública foi baseado nas antigas lâmpadas incadecentes, com menor durabilidade e maior consumo. Diferente das atuais lâmpadas de led que estão sendo instaladas em toda a cidade. Com a redução do consumo e maior eficiência da atual iluminação, haverá espaço para redução. Será que vamos noticiar esta redução em 2021? A conferir.

Bastidores e Novidades 03

Melo também comentou sobre o IPTU, que sofreu mudanças neste mandato com a proposta de aumento e descontos decrescente. O IPTU é um imposto importante para qualquer município, contudo em Varginha o valor não era atualizado há muito tempo, o que ocasionou um aumento que causou perturbação na população. O prefeito disse que a proposta de atualização da correção inflacionária ao IPTU é justo e impede que seja necessário aumentos expressivos como ocorreu agora. Contudo, disse que é possível estudar o congelamento do aumento do valor do imposto. Mais uma notícia em primeira mão dado a Coluna Fatos e Versões. Segundo estudo em andamento pela equipe de Vérdi Melo, seria possível no final de 2020 ou mesmo no início de 2021, caso a reeleição seja aprovada nas urnas, o envio de proposta do Executivo para que o IPTU não tenha aumento, mas somente a atualização inflacionária a cada ano. Com isso, os valores previstos para aumentos nos próximos anos seriam descartados. A proposta parece “boa demais para ser verdade”, ainda mais a poucas semanas das eleições. Contudo, é fato que a Prefeitura de Varginha não se funda no IPTU para lastrear sua enorme receita. Ou seja, se o Executivo municipal manter o IPTU no valor que está e garantir apenas a atualização inflacionária a cada ano, estará fazendo um grande negócio. A conferir!

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)