Coluna | Bem Viver
Isabela Silva
Nutricionista formada pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). Atualmente cursa mestrado na mesma Instituição. CRN9 23222/P
Alimentação e emoção
14/05/2020

 Sabemos que a alimentação não envolve apenas nutrição, envolve também sabor, prazer, lembranças e conforto. Emoções que nos fazem bem. Mas em alguns momentos nossas emoções interferem no que comemos e na quantidade que comemos, isso acontece muito quando estamos ansiosos ou tristes.

Pensando nisso, decidi compartilhar com vocês dois exercícios, que podemos incluir na nossa rotina, que auxiliam no controle da ansiedade:

-O primeiro deles é comer com atenção, em um ambiente tranquilo, longe de distrações (celular e tv), mastigue devagar, sinta o sabor de cada alimento que compõe o seu prato. Quando comemos com atenção damos tempo para o nosso corpo nos avisar quando estamos saciados e às vezes comemos até menos do que temos o hábito de comer na correria do dia a dia;

-O segundo exercício é para identificar qual fome você sente, se é a física ou a emocional. A fome física é aquela que faz nossa barriga até “roncar” e comemos o que tiver, não importa se é doce ou salgado. Já a fome emocional está relacionada aos nossos sentimentos como: felicidade, tristeza, medo e ansiedade. Nesse tipo de fome sentimos vontade de comer algo em específico que nos acalme ou conforte, geralmente preferimos preparações mais doces e gordurosas, como o chocolate. Além disso, você pode sentir a fome emocional até mesmo pouco tempo depois de uma refeição, o que indica que realmente não é fome e sim vontade.

Os hormônios também possuem relação direta com as nossas emoções e, consequentemente, com a nossa alimentação. Pessoas muito agitadas, estressadas ou ansiosas podem apresentar alguma alteração hormonal que interfere na alimentação, como a grelina (hormônio responsável por nos indicar fome) e a leptina (hormônio responsável por nos indicar a saciedade).

É interessante reduzir o consumo de produtos industrializados, pois eles podem aumentar nossa ansiedade. Além disso, é importante também ter uma rotina de atividade física, pois ela nos auxilia com as nossas emoções.

Cuide da sua saúde física e metal.

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)