Coluna | Viver Consciente
Willes S. Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
Qualificando pensamentos I
08/04/2020

Um enfoque que serve de referência em meu trabalho terapêutico é dar maior ênfase à solução do que ao problema em si. Faço esse destaque porque existem várias abordagens terapêuticas que, embora também objetivem a melhora daqueles que as procuram, voltam seu foco quase que exclusivamente para o problema, quando a meu ver este necessita apenas analisado e revelado, mas, a ênfase maior deve ser dada à sua resolução, ao que fazer. 

Deixando a teoria de lado, tenho observado que a maioria das pessoas quando tem algum incômodo de qualquer natureza, ao invés de direcionar sua atenção para resolvê-lo, fazem o contrário, apegam-se a ele como se isso fosse o melhor a ser feito.

Reflita: quando você tem um desconforto ou problema, e o mantém povoando a sua mente fazendo o tempo todo comentários sobre ele, você o está potencializando, tornando-o cada vez maior e pior. E isto acontece porque ao viver de modo contínuo com seu pensamento focado em problemas e preocupações, dificilmente abrirá espaço em sua mente para obter clareza e solucioná-lo. Talvez seja por isso que Wayne Dyer, psicoterapeuta, estudioso comportamental e escritor, afirma: “Mantenha seu foco naquilo que você quer; jamais no que você não quer, ou não tem”. 

E observe também que os conceitos aqui expostos não são meras conjecturas. Pelo contrário, eles obedecem a uma lógica que, eu diria, primária. O ser humano possui um cérebro que funciona mais ou menos da seguinte forma: “tudo aquilo que você dá atenção potencializa e aumenta seu volume, intensificando sua força e proporcionando resultados condizentes com o objeto do seu foco”. Então, o uso desse simples mecanismo tanto pode contribuir para o aumento e duração de seus desconfortos ou sofrimentos, como pode proporcionar a eliminação dos mesmos. Assim como pode, também, melhorar a qualidade dos seus acertos e contribuir para seu sucesso, ou torna-lo refém de situações aflitivas, vícios, etc. 

Nosso cérebro não faz nenhuma distinção entre o que você quer ou não. Ele se concentra somente em encontrar meios de obter aquilo que está em sua mente, mesmo que seja algo que conscientemente você não desejaria. Conclusão, se tudo a que você dá atenção constante em sua mente é potencializado pelo seu cérebro e produz resultados de acordo esse enfoque, então é necessário que você verifique como isso tem funcionado em todos os setores da sua vida, seja em relação ao seu trabalho, à sua saúde, aos seus relacionamentos, etc. 

Pense, observe e analise: Qual é o seu foco neste exato momento da sua vida? Você tem dado mais atenção ao que é positivo ou negativo? Somente através desta compreensão consciente é que você poderá direcionar criteriosamente sua mente para situações que sejam deveras construtivas e realizar algo distinto e bom por si mesmo, além de vir a contribuir satisfatoriamente para com os outros. 

 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
24/06/2020 | Os frutos da mudança
18/06/2020 | Fuja da preguiça
« ver todos
 
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)