Coluna | Fatos e Versões
Rodrigo Silva Fernandes
Advogado e articulista político do Jornal Gazeta de Varginha. Escreve todas as quartas e sextas.
Cultura; Conta da Cemig por e-mail; Unis: Veterinária e Medicina
11/03/2020

 Cultura

Na última sexta-feira (06), a Câmara Municipal de Varginha entregou a Comenda do Mérito Cultural à Academia Varginhense de Letras, Artes e Ciências. A homenagem, proposta pelo vereador Zacarias Piva, marca as comemorações de 60 anos de fundação da academia, criada em 21 de fevereiro de 1960. Desde a sua fundação, a Academia tem promovido variadas atividades culturais, dentre as quais exposições de fotografias, artes plásticas, palestras sobre filosofia, história, literatura, arte, produção de peças de teatro e muitas outras atividades que enriqueceram e enriquecem profundamente a cultura do nosso Município. A Academia Varginhense de Letras é uma instituição genuinamente local e que trabalha a Cultura e os talentos locais, sua tradição e envolvimento com a classe cultural de Varginha tem sido crescente e dos acadêmicos que passaram pela Academia, muitos foram mais que líderes das artes e cultura, mas também líderes políticos e empresariais na cidade.

Perguntar não ofende

Qual o prazo de validade de uma operação tapa buracos? Quanto dura o asfalto comprado a “preço de ouro” pela Prefeitura de Varginha? Quem confere se este “prazo de validade” está correto? Porque as pavimentações e tapa buracos não estão durando?

Qual o “pacote de benefícios, recursos e bens públicos” que o Boa Esporte possui a sua disposição atualmente? Estes benefícios estão aumentando? Qual a contra partida do time, que é uma empresa particular e obviamente prevê lucro? O Melão foi privatizado?

Treta envolvendo o marido da presidente da Câmara foi utilizada covardemente para “atacar” a inexperiente parlamentar que assumiu o enorme desafio de comandar o Legislativo em ano eleitoral. Seria justo alguém pagar pelos erros dos parentes? É certo?

Qual o impacto do meio digital para as eleições de 2020? A Justiça Eleitoral está preparada para enfrentar “fake news” e ações irregulares perpetradas nas redes sociais? A quanto a divulgação eleitoral nas redes, é viável e confiável eleitoralmente?  

Conta da Cemig por e-mail

A Cemig incentiva os clientes a realizarem o cadastro para receberem as contas de energia elétrica por e-mail. Além de proporcionar mais agilidade e comodidade, esse tipo de cobrança é totalmente sustentável, pois reduz a emissão de papel e, consequentemente, o impacto ambiental do processo. Atualmente, cerca de 325 mil clientes da empresa já aderiram à conta digital. Ao optar pela fatura por e-mail, o consumidor receberá todo mês em seu correio eletrônico uma mensagem da Cemig (cemig@faturacemig.com.br) com o arquivo da conta de energia. Para garantir o recebimento, é importante manter o cadastro na Cemig atualizado, em especial o endereço de e-mail do titular ou do responsável pelo pagamento da conta. Para passar a receber a fatura por e-mail, o cliente deve acessar o Portal Cemig (www.cemig.com.br). Ao entrar no site – mediante login e senha – ele deve clicar no link “Conta por e-mail”, que fica à direita da página, e fazer a opção. O cons umidor t ambém pode baixar gratuitamente o aplicativo Cemig Atende, que traz os principais serviços oferecidos pela Cemig, e clicar no ícone “Conta por e-mail” para fazer a opção. A modernidade vinda com os processos digitais é um caminho sem volta e deve permear todas as instituições e empresas.   

Processos de violência doméstica e feminicídio crescem em 2019 

O Brasil terminou o ano de 2019 com mais de um milhão de processos de violência doméstica e 5,1 mil processos de feminicídio em tramitação na Justiça. Nos casos de violência doméstica, houve aumento de quase 10%, com o recebimento de 563,7 mil novos processos. Os casos de feminicídio que chegaram ao Judiciário cresceram 5% em relação a 2018. Os dados estão no Painel de Monitoramento da Política Judiciária Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgados nesta segunda-feira (9/3). Os dados sinalizam uma mudança de postura das mulheres. As mulheres estão denunciando os agressores. Elas têm buscado o Poder Público, as delegacias, a Justiça, a Defensoria e têm pedido a concessão dessas medidas. Essa é uma ação importante das mulheres, que não aceitam mais viver uma vida de violência e terror e confiam no Judiciário para buscar a saída. A quantidade de medidas protetivas concedidas também cresceu. Foram 70 mil medidas a mais do que em 2018, chegando a 403,6 mil no ano passado – aumento de 20%. Em termos absolutos, o estado que mais concedeu medidas protetivas foi São Paulo (118 mil); seguido do Rio Grande do Sul (47 mil) e do Paraná (35 mil). Também foi verificado aumento no número de sentenças em processos: foram 35% de sentenças a mais nos casos de feminicídio e 14% a mais nos de violência doméstica. Nessa semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, tribunais de todo o país vão movimentar milhares de processos relativos a casos de violência doméstica e familiar contra a mulher. É a 16ª edição da Semana Justiça pela Paz em Casa, que, além de prever um esforço concentrado para julgamento de processos judiciais, envolve atividades de conscientização e de sensibilização sobre o tema.

Unis: Veterinária e Medicina

Varginha passou a contar a partir de ontem, 10 de março, com o Centro Médico Veterinário do Grupo Unis. O espaço, destinado ao atendimento de animais de pequeno porte, está pronto para ser utilizado. Com amplas salas e equipamentos modernos, o Centro Médico Veterinário é destinado ao curso de Medicina Veterinária e ofertará à população de Varginha e região o atendimento encontrado em clínicas veterinárias. Ultrassom, cirurgias e exames laboratoriais são alguns dos exemplos dos mais de 130 procedimentos que serão ofertados, todos a preços acessíveis. O Centro Médico Veterinário foi equipado com o que há de mais moderno em suprimentos. Profissionais especializados em clínica geral, dermatologia, cardiologia e ortopedia farão todo o atendimento aos pets. O grande investimento do Grupo Unis na conquista do curso de Veterinária e estruturação com o Centro Médico Veterinário para receber o curso é uma “preparação” para o maior desejo educacional de Varginha há muitos anos: conseguir o curso de Medicina, que além de lucrativo, também valoriza a instituição e a cidade. O reitor do Unis, Stefano Gazola, não comenta sobre o assunto, mas sabe-se que entre as “tarefas a fazer, no quesito Unis” esta a conquista do curso de Medicina. Já no quesito “tarefas a fazer no quesito política”, Stefano tem muitos planos também, mas estes dependem bem mais que investimentos estruturais...

Mudanças e futricas

O período eleitoral está provocando as primeiras mudanças públicas no cenário político local. Está previsto que vereadores, secretários, empresários e líderes populares façam a filiação partidária ou mesmo mudem de partido com vistas as eleições municipais. Neste ponto, alguns partidos estão mais sujeitos a mudanças que outros. Varginha possui poucos partidos com diretório eleito e muitos apenas com comissão provisória dada pelo diretório estadual. A diferença entre um diretório municipal eleito e uma comissão provisória pode ser “mortal” para a eventual pretensão política de quem pretende brigar pelo posto de prefeito ou vice, ou mesmo quem deseja abrigar candidatos a vereador. O diretório eleito possui maior autonomia e força para lançar e manter seus candidatos. Trocando em miúdos, o diretório municipal eleito de qualquer partido, seguindo o estatuto e regras eleitorais, pode lançar seus candidatos no município sem precisar “pedir benção” ao diretório estadual ou medalhões da política regional como deputados. Se houver qualquer contestação do diretório estadual quanto a negociação política no município, a vontade que regimentalmente prevalece é a do diretório municipal, que tem autonomia para isso! Inclusive com vitórias pavimentadas na Justiça Eleitoral, que reconhece a autonomia do diretório municipal eleito para realizar as tratativas e acordos políticos no âmbito municipal. Já no caso das Comissões Provisórias municipais que controlam legendas nos municípios o caso é diferente! A comissão provisória municipal, como o nome já diz é provisória e pode, a qualquer tempo, ser destituída e substituída pela executiva estadual do partido. Assim, as candidaturas lançadas por partidos dirigidos em Varginha por Comissões Provisórias são muito mais frágeis e suscetíveis a “golpes e indeferimentos”.

Mudanças e futricas – parte 02

Em Varginha diversos partidos são controlados por comissões provisórias como, por exemplo, o Partido Progressistas, Democratas, Avante, Podemos, entre outros. Tais partidos podem fazer negociações e acordos políticos em âmbito municipal, contudo, a qualquer tempo, o diretório estadual da legenda pode, em tese, numa única canetada cancelar tudo, substituir o comando municipal da legenda e mudar o rumo do que foi acertado politicamente no município. Isso já ocorreu diversas vezes, causando reviravoltas, indeferimentos de candidaturas e retiradas de nomes tidos como certos! A título de exemplo, vamos pegar o caso do ex-vereador Leandro Acayaba, que foi filiado ao Partido Progressista, onde exerceu o cargo de vereador e presidente da Fundação Cultural. Acayaba deixou o PP e estava sendo sondado pelo PSD para se filiar e ser candidato majoritário nas eleições de 2020. Por fim, Leandro escolheu não filiar no PSD do deputado federal Diego Andrade, mas escolheu filiar-se, nesta semana, no Partido Avante, onde ainda não definiu qual seu rumo político em 2020. O partido Avante em Varginha esta apto a lançar candidatos nas eleições municipais. O comando municipal do Avante é exercido por meio de uma Comissão Provisória, nomeada pelo Diretório Estadual. Por certo que, além de Leandro Acayaba, outros pretensos pré-candidatos negociam com a Comissão Provisória do Avante para sair candidato nestas eleições. Em tese, uma vez regularmente filiado ao Avante, Leandro Acayaba poderia ser candidato a prefeito, vice ou vereador e estas negociações estão em curso. Porém, toda a negociação realizada pela Comissão Provisória do Avante em Varginha, mesmo depois do prazo da “janela eleitoral” pode ser desfeita a gosto do diretório estadual da legenda, que é quem tem a última palavra. E isso pode ocorrer uma semana antes das eleições e inviabilizar todos os candidatos da legenda. A mesma insegurança não ocorre com os diretórios municipais regularmente eleitos e empossados na cidade. A informação deve ser analisada com atenção, afinal, quem deseja ser candidato ou conta com o apoio de um partido controlado em Varginha por meio de uma Comissão Provisória, deve se atentar para o diretório estadual dessa legenda as possíveis influências políticas que ela sofrerá! Fica a dica, os entendedores entenderão!

Segurança da informação

Com a chegada das eleições e rapidez do processo eleitoral, que está sendo reduzido a cada eleição, visando reduzir custos no processo eleitoral, estamos também tendo uma perda de “credibilidade” nas informações que recebemos durante as “sangrentas” disputas onde “vale tudo para destruir o adversário e maquiar o candidato preferido”. Na maioria das vezes, o meio digital é utilizado para a divulgação destas informações sem fundamento ou comprovação. Por sua facilidade de difundir e viralizar notícias, redes como Watshapp, Facebook entre outras podem muitas vezes cometer injustiças e levar “bandidos a gloriosas vitórias ou pessoas de bem a vergonhas desonras”. Nesta “guerra da informação”, os meios tradicionais de comunicação vão ganhar peso especial, visto que nos jornais impressos, televisivos e mesmo nas rádios, existe um corpo profissional que analisa e confere a informação antes de ser veiculada. Mesmo que o órgão de comunicação “tenha lado político” ou seja tendencioso, a informação ali veiculada pode ser facilmente rastreada e existe um “responsável civil e criminal” pela notícia veiculada, o que não ocorre com redes sociais. Então, a notícia publicada nos jornais é mais próxima da verdade que a visualizada nas redes sociais e quem diz isso são os fatos!

 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)