Coluna | Viver Consciente
Willes S. Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
Nós e os outros II
14/08/2019
Disse no artigo anterior que a submissão aos “outros” contribui em muito para que sejamos infelizes. Pois a preocupação excessiva em cumprir expectativas alheias, compromete a nossa independência e consequentemente a nossa autoestima, a qual só se mantém elevada quando nos autovalorizamos e mantemos a nossa autonomia em relação aos “outros”.

A preocupação em agradar aos “outros” nos afeta de tal forma, que em muitas situações nos impossibilita de percebermos como nos sentimos acerca de nós mesmos; dificultando, inclusive, a valorização da nossa própria experiência, dos nossos desejos e buscas.

A relação com “os outros” quando acontece de forma subalterna não deixa margem para a autoavaliação das nossas posturas, seja na família, no trabalho, na comunidade ou em nossos relacionamentos interpessoais. Na verdade, “os outros” nos impedem que saibamos ajuizar até as nossas reações aos fatos e acontecimentos do dia-a-dia, uma vez que “eles” é que acabam determinando o que sentimos ou não.

É importante lembrar que existem os outros e “os outros”. Nós é que devemos estar preparados para saber distingui-los. Porque “os outros”, aos quais nos referimos negativamente, são destrutivos e doentiamente infelizes. Apesar de posarem como pessoas certinhas, bem resolvidas e moralistas, e afirmarem constantemente que “querem o nosso bem”; um “bem” que nem elas próprias sabem qual é ou possuem.

Portanto, uma coisa é certa: somente quando elevamos a nossa autoestima, o nosso autoamor; quando nos descobrimos capazes de fazer o melhor por nós mesmos; quando despertamos em nós a certeza de que merecemos ser felizes e temos a coragem confrontar todas as amarras e obstáculos, é que obteremos sucesso; que conquistaremos uma vida pródiga em realizações e harmonia; mesmo que “os outros” nos digam o contrário. 

 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
14/08/2019 | Nós e os outros II
07/08/2019 | Nós e os outros I
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)