Coluna | Fatos e Versões
Rodrigo Silva Fernandes
Advogado e articulista político do Jornal Gazeta de Varginha. Escreve todas as quartas e sextas.
Governança Corporativa; De volta aos trabalhos; Renovado;Reaquecendo a economia
06/02/2019
Falha pontual

Na semana que passou a coluna não circulou em razão de uma viagem de última hora deste jornalista. Em mais de 10 anos a frente de Fatos e Versões, foram poucos os momentos em que a coluna não circulou, fora as sagradas férias que todo mortal precisa para viver! De qualquer forma, a coluna está de volta e prometo não mais deixar meus fiéis leitores sem nosso contato semanal! Aproveito para dizer que a coluna voltará a realizar entrevistas com personalidades regionais e estaduais para informar os leitores de Varginha e região! A seleção será apontada pelos leitores e poderão ser entrevistadas pessoas fora do mundo político e empresarial. Tão logo tenhamos concluído o formato das entrevistas a coluna voltará a comentar a respeito, contudo, os leitores já podem sugerir nomes para entrevistas através do e-mail (rodrigogazeta@bol.com.br).

Governança Corporativa

A coluna comentou na semana passada sobre o gosto do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos municipais de Varginha – INPREV. Disse inclusive da polpuda grana que o instituto possui e que ainda tem a receber do município, tendo em vista os empréstimos que fez à Prefeitura de Varginha nas gestões passadas. Também comentou que o INPREV precisa “ficar atento” para não cair mais no “mal negócio” de colocar recursos ou emprestar dinheiro em arriscadas negociações financeiras. Na semana passada, o Instituto finalizou a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de consultoria e assessoria permanente nas áreas de Governança Corporativa, Controles Internos e Educação Previdenciária, de acordo com o estabelecido da Portaria MPS nº 519, de 24/08/2011, da Portaria MPS nº 185, de 14/04/2015, da Portaria MPS nº 300, de 03/07/2015, de que tratam o Pró-Gestão RPPS. Na verdade, tendo em vista que muitos fundos de pensão do setor público estão com recursos “dando bobeira” e alguns governantes ficam de olho neste recurso a legislação para a gestão de tais recursos ficou mais rígida. Com a contratação de serviço especializado, o INPREV não vai “emprestar mais a qualquer um”. É melhor que os prefeitos daqui para frente, fiquem mais “prudentes”!

De volta aos trabalhos

A Câmara de Vereadores de Varginha voltou aos trabalhos oficiais na última segunda feira (04/02), já com o novo comando da mesa diretora sob a presidência do vereador Dudu Ottoni, tendo como vice-presidente o Marquinho da Cooperativa e como secretário o vereador Carlos Costa. Já as comissões do Legislativo municipal ficaram sob seguinte comando: Cláudio Abreu preside a Comissão de Justiça; Zacarias Piva a de Orçamento; Fernando Guedes a Comissão de Saúde; e Anderson José Firmino, a Comissão de Obras Públicas. 

Na “vitrine legislativa” alguns postos chave possuem maior destaque e visibilidade e podem dar condições para que alguns parlamentares concorram às eleições majoritárias de 2020. Afinal sabe-se que alguns no Legislativo possuem este desejo! O principal posto, obviamente é o de presidente da Câmara, ocupado por Dudu Ottoni. O jovem edil tem desejo e orientação política para “fazer carreira” visto a orientação e ensinamentos do pai, Eduardo Ottoni, que já foi deputado, prefeito e presidente da Câmara. Dudu Ottoni tem condições de fazer bom trabalho no comando do Legislativo, mas precisa construir “grupo político próprio, dentro e fora da Câmara, para almejar disputar outra vaga que não seja a reeleição na Câmara”. O PTB não tem nome aparente em condições para a disputa a prefeito, mas nada impede que nomes como o jovem Dudu Ottoni possam tentar um espaço como vice!

De volta aos trabalhos 02

Também na mesa diretora e com experiência política e crescente carisma popular, o radialista Carlos Costa é nome sempre lembrado nas disputas majoritárias municipais nos últimos anos. Carlos Costa vem construindo relacionamento e base política para uma eventual disputa à Prefeitura de Varginha. Sendo o nome pacificado no MDB para a disputa municipal e com penetração em legendas como Democratas, PSB, PT entre outros, o radialista possui bom relacionamento com a imprensa e conexões com o mundo empresarial, mas falta a Carlos Costa o apoio de boa parte dos colegas na Câmara, bem como sua luta contra as gestões de Antônio Silva lhe trouxeram vetos de algumas personalidades da política local. Outro nome com possibilidade e visibilidade na atual composição do Legislativo é Claudio Abreu. O vereador de primeiro mandato é do PTB, partido do prefeito Antônio Silva (que não pode mais ser candidato). Abreu é líder do governo no Legislativo e tem tido um comportamento polêmico na defesa dos animais, uma de suas bandeiras. Na presidência da Comissão de Justiça, mais importante comissão da Câmara, Abreu terá destaque na seleção dos temas que serão apreciados pelo Legislativo. Não se acredita que Abreu tenha “cacife” para emplacar uma candidatura majoritária no PTB, mas com uma boa atuação na Câmara e sem o “veto” da cúpula petebista (Dilzon, Jefferson e Antônio Silva), Abreu poderia, juntamente com Dudu Ottoni, integrar os nomes do PTB para compor uma chapa majoritária em 2020.

Renovado

O sentimento em boa parte da Polícia Militar de Minas Gerais é de renovação das esperanças quanto ao novo governo Zema. A filosofia petista do governo passado dava muita ênfase aos “direitos humanos”, o que é muito importante, todavia, da forma como era pregado pelos petistas, também permitia muita “mamata para bandido”, que era visto como “vítima da sociedade”. A Polícia Militar de Minas Gerais, uma das melhores e mais respeitadas do Brasil sofreu muito na gestão passada, não apenas pela falta de recursos, mas também por conta da “política petista quanto à atuação da tropa”. Agora no governo Zema, o comando da Polícia Militar deixou bem claro a insatisfação quanto ao atraso nos pagamentos de salários, bem como a falta de estrutura na instituição. Em contrapartida, a tropa sabe que não terá cerceada sua atuação institucional para “separar vítimas da sociedade e bandidos”. 

Em Varginha a atuação da Polícia Militar e Polícia Civil tem melhorado, muito embora, as entidades continuem com deficiência de pessoal e investimento. Muitas ações da Polícia Militar estão retratadas na imprensa todos os dias. Já quanto ao trabalho de investigação da Polícia Civil, precisa ser mais aprimorado, a fim de solucionar crimes ligados ao tráfico de drogas, que alimenta outros crimes na região.

Reaquecendo a economia

As vagas de emprego na central da UAI em Varginha, aos poucos, vai oferecendo mais empregos a cada dia. De modo geral, as principais vagas são na área de serviços, que é a primeira área econômica a retomar o crescimento. A Indústria na região ainda não vive um bom momento, mas já prepara para a retomada da economia esperada para o segundo semestre, graças as projeções de aumento no consumo. A economia brasileira, que depende em grande parte da agroindústria e extração mineral, pode sofrer um pouco mais em razão do acidente em Brumadinho, que vai impactar a produção da Vale, porém, os economistas preveem que 2019 será melhor que 2018! Para os muitos “bolsonaristas” que estão a creditar o ânimo a eleição do novo presidente, a coluna verificou junto ao setor produtivo que não é bem assim! A economia tem seu tempo próprio e os resultados não são imediatos! Assim, os frutos que começam a ser colhidos agora na economia e mesmo nos melhores resultados do governo federal devem, e muito, as ações dos dois últimos anos do Governo Temer! Sim, Temer foi um bom presidente, se formos verificar os dados econômicos e compará-los, por exemplo, com os números da ex-presidente Dilma Roussef. O problema é que Temer não tinha “torcida como Bolsonaro”, daí seus números baixíssimos de popularidade! Talvez em razão de escândalos de corrupção que realmente existiram em seu governo. Mas seja como for, talvez a baixa popularidade de Temer, tenha sido o “estimulo” para que o ex-presidente tenha iniciado as necessárias reformas trabalhistas e previdenciária. O tempo e a Justiça farão o julgamento de Temer!

Perguntar não ofende

As coletas de sangue em Varginha voltaram a ser suficiente para toda a necessidade de hemoderivados da região? Quando o Hemominas vai concluir a construção de sua unidade na cidade e promover coletas de sangue diariamente?

Com as retenções de recursos municipais pelo Governo Estadual, algumas ações da Prefeitura de Varginha, como a operação Tapa Buracos, tiveram redução! Quanto tempo as esburacadas ruas de Varginha aguentam sem o necessário reparo emergencial?

A troca de empresa na prestação de serviço no transporte público urbano melhorou alguma coisa para o cidadão? Trocou-se a empresa, mas continua o mesmo grupo empresarial, será que isso foi mesmo “mudança”? Quando haverá novos investimentos?

Com a revitalização do centro comercial da cidade, os comerciantes também vão promover a melhoria e qualificação do atendimento ao cliente? Haverá estímulo para eventos ao ar livre e maior circulação de pessoas na região da obra?

Será que os “prefeitáveis” de 2020 vão começar agora em 2019 a participar dos eventos populares como Banho da Doroteia, Carnaval de rua e a passar os feriados em Varginha? Ou tais nomes vão continuar a procurar o povão apenas em anos eleitorais?

Carnaval antecipado em Varginha

Varginha ainda não conseguiu resgatar o Carnaval antigo da cidade, onde os clubes promoviam festas todos os dias e a Prefeitura de Varginha promovia o Carnaval com desfiles de escolas de samba e blocos na avenida Rio Branco. Todavia, a cidade caminhou muito nesta área na última gestão de Antônio Silva, que todos sabemos e “avesso a festas”, mas vem resgatando a agenda de eventos importantes na cidade.  

Em 2019 está confirmado a realização do carnaval antecipado de Varginha. De acordo com o secretário de Turismo de Varginha, Barry Charles Sobrinho, o tradicional Banho da Dorotéia irá acontecer no sábado, 23 de fevereiro. Assim como nos anos anteriores, haverá apresentação de grupos de dança, desfile de blocos e o tradicional banho de espuma. Para o show principal do evento, está cotado o músico Tuca Fernandes, ex-integrante da Jammil e Uma Noites. Segundo o secretário, o contrato está praticamente fechado. A segurança da festa terá o reforço da Guarda Civil Municipal que irá trabalhar com o monitoramento de vídeo durante o evento, garantindo assim uma maior segurança. A realização de um Carnaval antecipado, em apenas um dia, foi uma forma criativa do município de assegurar um evento de qualidade à população, sem  gastar grandes somas de dinheiro ou precisar “sustentar com recursos públicos as escolas e blocos carnavalescos que não se preparam para o Carnaval”. Ademais, fazer um Carnaval antecipado com estrutura e segurança, oferendo oportunidades às atrações locais e conseguindo nomes de destaque para as principais apresentações, é uma forma de não deixar que a data passe em branco. O desafio do governo é assegurar a tranquilidade do evento, bem como habituar o cidadão local ao tradicional Banho da Doroteia. Além disso, seria muito bom se as escolas de samba e blocos carnavalescos da cidade pudessem realizar eventos para arrecadar recursos durante o ano, a fim de garantir que no período do Carnaval, as agremiações pudessem promover seus desfiles pela cidade! A conferir! 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)