Coluna | Fatos e Versões
Rodrigo Silva Fernandes
Advogado e articulista político do Jornal Gazeta de Varginha. Escreve todas as quartas e sextas.
Herança maldita, SQN!; Insegurança do trabalho; Vai e vem dos interesses
17/06/2016

Herança maldita, SQN!

Na quarta-feira, 15, data em que se comemorou o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, a Prefeitura de Varginha “inaugurou oficialmente” a sede própria do Centro de Convivência do Idoso - CCI, no Jardim Corcetti, um espaço que oferece atividades para a terceira idade, a partir de 60 anos ou mais, priorizando aquelas pessoas em situação de risco ou vulnerabilidade social da região onde está instalado.

Curioso é que a obra, segundo informações de petistas, já foi “inaugurada” na gestão petista e funcionava antes da cerimônia de “inauguração” desta semana. Na verdade, é fato que muitas obras foram “inauguradas sem estarem prontas na gestão passada, bem como muitas outras tiveram seu recurso garantido para este governo”.

E não há muita luz nestes casos pois cada qual, PT e PTB tentam puxar a sardinha para seu lado! Certo mesmo é que poucas obras em Varginha possuem um “DNA puro de um partido ou político”! Afinal, todas as gestões contribuem em grande ou pequena parte para toda a estrutura da cidade hoje! Mas é fato que a tal “herança maldita” tão falada neste governo, não parece tão maldita assim quando o prefeito Antônio Silva inaugura obras iniciadas pelo PT ou com recursos garantidos pelos petistas. 

Perguntar não ofende

O Corredor Cultural, do barão Graça Moura, continua recebendo eventos, shows, feiras e exposições! Será que os servidores da Cultura e os opositores do “barão” vão terminar o governo sem ver Justiça com a nomeação dos concursados na Fundação Cultural? 

Há poucos dias da campanha eleitoral, “brotam convites de inaugurações e revitalizações” em Varginha! Será que as obras estão mesmo prontas? Será que o barulho da “inauguração” não é maior que a própria obra? Só faltam inaugurar banco de praça! 

Ano eleitoral costuma mesmo ser “milagroso” para a população carente! Após inúmeras reclamações sobre o atendimento e falta de médicos na UPA a Prefeitura de Varginha abriu edital para contratar médicos! Viram isso? Curioso acontecer só agora não é? 

Pesquisas a que a coluna teve acesso mostram que cerca de metade da Câmara de Vereadores de Varginha tem chances reais de se reeleger! E você, já fez sua aposta para saber se seu vereador vai continuar no Legislativo Municipal? 

Cada legislatura enfrenta seus desafios com a cidade e o eleitor, mas de modo geral, cresceu a insatisfação com esta legislatura, vista como uma das piores! Com aumento de salários ao vereadores e IPTU para o povo, você aprova esta Legislatura atual?  

Insegurança do trabalho

A julgar pelas informações da Guarda Civil Municipal de Varginha, recebidas com frequência pela coluna, a instituição é dos lugares mais “inseguros” para se trabalhar! Há acusações de abusos da chefia, membros com acusações de escândalos, estupros, arbitrariedades, compras suspeitas, favorecimentos, vadiagem etc!!! Por certo que a coisa lá não anda em paz entre seus integrantes! Será mesmo que todo este denuncismo é verdadeiro? Sabemos das deficiências da instituição, que já foi muito elogiada no passado, agora, parece que a maior notícia da Guarda é que não há notícias a contar! Além é claro da distribuição de casas populares a membros da instituição, que também conta com varias cargos de confiança etc! Com tanta instabilidade, insegurança e intriga na instituição, não é de se admirar que muitos oficiais prefiram “descansar no aeroporto ou usar óculos escuros para “apreciar a vista sexy” da pista de corrida do alto da Vila Paiva”! 

Raio-X das Procuradorias municipais

A consultoria Herkenhoff & Prates fará um censo em mais de 5.000 procuradorias municipais. A ideia é mostrar quantos titulares são concursados. O diagnóstico sustentará pleito da Associação Nacional dos Procuradores Municipais para acabar com as indicações políticas para o cargo. Afinal, pelo que se vê em várias prefeituras Brasil afora é que o apadrinhamento político coloca, muitas vezes, péssimos e despreparados profissionais do Direito para cuidar dos interesses dos municípios, o que tem causado cada dia mais prejuízo aos municípios. 

Vai e vem dos interesses

Muitas das boas ações que vemos no mundo político partem de ações movidas pela Justiça! Em verdade, vemos que a inoperância do mundo Legislativo, associada à corrupção que permeia o Executivo exige ações e manifestações do Ministério Público e da Justiça brasileira! Todavia, o Ministério Público tem o péssimo habito de “escolher processos e alvos”, não é por acaso que o Ministério Público foca em grandes políticos e casos polêmicos a fim de assegurar holofote e reconhecimento popular.

Já a Justiça, não é raro dar tratamento diferenciado a medalhões da política e do mundo empresarial, isso quando não confunde o cidadão com sentenças conflitantes entre as instancias e por demais demoradas. Ações do pobre cidadão comum duram anos, quando chegam ao fim! Ações envolvendo grandes políticos e empresários, na maioria das vezes, somente encontram punição na Justiça de Primeira Instância, pois os tribunais superiores custam a “peitar poderosos”, e não é raro darem sentenças completamente desconexas do sentimento de Justiça geral da população e contrarias as prolatadas em primeira instância.

Casos na Justiça envolvendo o governador Pimentel (PT), o ex-presidente Lula (PT), Sarney (PMDB), Renan Calheiros (PMDB), Aécio Neves e Eduardo Azeredo (PSDB) entre outros tantos são exemplos de casos em que o “MP escolheu atuar para virar manchete e que as altas cortes do Judiciário escolheram serem rápidas e cuidadosas demais” para não frustrar seus interesses.

Será que o cidadão que morre nas filas no SUS conta com esta mesma atenção e presteza do Ministério Público?! Será que o cidadão que possui processo de aposentadoria ou precatórios a receber na Justiça possui a mesma atenção e rapidez do Judiciário?! Lado outro, suas excelências, juiz e promotores, em que pesem o bem que fazem e que deixam de fazer a sociedade, são parte da classe mais abastada dos servidores públicos recebendo altos salários e inúmeras vantagens que, ao cidadão comum que pagam impostos, beira a imoralidade! Por certo, tais autoridades, podem devem e recebem para fazer mais pelo povo. 

Saúde

Os secretários de Saúde municipais de Minas ameaçaram acionar judicialmente o Estado para que o Executivo pague os repasses que estão atrasados. Segundo o presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Minas, José Maurício Rezende, os recursos do programa Saúde em Casa, por exemplo, que alimentam o Programa Saúde da Família, não são repassados há oito meses. Segundo ele, todos os 853 municípios mineiros são afetados. Um grupo de secretários municipais de Saúde irá ao Ministério Público para pedir um auxílio sobre uma ação judicial para receber os repasses atrasados. A Secretaria de Saúde de Minas (SES) informou que “uma das principais preocupações da gestão tem sido equilibrar o fluxo financeiro e orçamentário da Saúde” e que os gestores “têm feito todos os esforços necessários para que a população não fique descoberta”. Mesmo em um cenário de crise financeira, a SES tem conseguido fazer entregas importantes, como veículos, ambulâncias. 

Ranking da esperteza!

A recente divulgação de um “ranking de transparência” que teria sido elaborado pelo Ministério Público Federal apontando que Varginha estaria em 5ª colocação em Minas está chocando muitos políticos na cidade! De modo geral é difícil acreditar em tal informação! Mesmo porque é sabido que negociações como a renovação do contrato com a Copasa, as subvenções ao Boa Esporte, as negociações do Aterro Sanitário, as compras de asfalto entre tantas outras, embora sejam teoricamente dentro da lei, passam por “negociações nebulosas que após fechadas, são adaptadas para as brechas da lei”.

Vejam que não estou dizendo que são contrárias a lei, mas a forma como são gestadas e executadas, embora possam estar na lei, por certo não seriam “moralmente aceitáveis a boa parte da população”. Ou vão dizer que a população sabe exatamente como foi negociado o aumento do IPTU, a terceirização da iluminação pública, e os altos gastos com saúde? Por certo que não! Muito deste problema também é da população com não participa das reuniões da Câmara ou das prestações de contas, que costumam ser recheadas de termos técnicos e “maquiagens contáveis e técnicas” juntamente para dificultar a compreensão! Certamente que a tal pesquisa foi “generosa demais” com a administração de Varginha. O problema é que, a gestão petista passada, que poderia e tem interesse de contestar tais números, foi mestre em “descolar títulos fajutos”. 

Articulação

O prefeito Antônio Silva (PTB) já cumpre agenda de candidato a reeleição! Recebe atletas, lideres populares e empresários em seu gabinete, visita obras, inaugura escolas e reformas, posa para fotos e mantém o “verdadeiro e plástico sorriso permanente no rosto de quem deseja mais quatro anos de poder”.

E ele não esta errado, pois cumpre seu papel de candidato a reeleição! Atrasada está é a oposição! Nos últimos meses, o PT nem se mexeu para empreender conversas com partidos aliados! Na verdade, ate agora, não se sabe se o PT vai lançar a deputada estadual Geisa Teixeira à Prefeitura de Varginha! Há quem diga que o PT pode até mesmo não ter candidato.

Já a terceira via política, tão sonhada e desejada pela população parece que se afunda em vaidades e pequenismos. Cada partido procura ver apenas seu umbigo!  E lideranças políticas, como o deputado federal Diego Andrade (PSD), não participam de discussões conjuntas para a construção de novas candidaturas.

Neste universo de vaidades, vemos “andorinhas voando sozinhas” como o pedetista Natal Cadorini, que colocou seu nome a disposição para ser candidato a prefeito pelo PDT, mesmo sem apoio ou recursos. Do mesmo modo, o médico Vismário Freitas, também colocou seu nome a disposição do PMDB para ser candidato a prefeito, mesmo sem assegurar recursos ou apoio de outras legendas.

Com maior proeminência na terceira via política, surge o médico Armando Fortunato (PSB) que tenta trabalhar a união dos “descontentes com PT e PTB”, mas esbarra na vaidade política de cada grupo, cada partido e na real falta de recursos para as campanhas eleitorais de hoje! A julgar pelo que vemos até aqui, Antônio Silva não está ganhando a reeleição, mas o PT esta perdendo a chance de voltar a Prefeitura de Varginha. Os demais partidos, quando começarem a parar de discutir seu próprio umbigo e começarem a discutir a união de forças por uma Varginha melhor e mais oxigenada na política, quem sabe, terão a oportunidade de construir um novo caminho para o povo.

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2021 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)