Coluna | Viver Consciente
Willes S. Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
O Espiritual do Natal
21/12/2012
Qual o significado do Natal? Esta é uma reflexão que todos aqueles que se denominam cristãos deveriam fazer para compreender a razão das vicissitudes que tanto lhes submete a vida. Para, talvez, compreender os descaminhos resultantes da desespiritualização reinante, que tem transformado quase tudo em objeto de consumo. Fenômeno que tem contado, inclusive, com o beneplácito de algumas religiões que, na atualidade, têm servido muito mais como instrumento de alienação daquelas criaturas propensas a serem seduzidas por enganosas soluções imediatistas para saciar as suas desarmonias existenciais.

O Natal traz em si a anunciação do novo, da boa nova, da nova lição trazida pelo Cristo Jesus nascido na simples manjedoura para ensinar a humildade que todos deveríamos aprender e praticar. Diferente daquilo que tem sido rasamente interpretado, o Cristo, mensageiro das hostes espirituais, que nos foi enviado, não veio para nos “salvar”, ele veio sim para nos oferecer a “salvação”, ou seja, para nos propor a conversão através dos valores benfazejos, das suas prédicas de profundo conteúdo e do seu próprio exemplo.

Deste modo poder-se-ia dizer que o autêntico cristão é aquele que se converte ao Cristo, que aceita conscientemente como guia da sua conduta a doutrina do Cristo. Não se trata apenas de uma conversão emocional de momento, expressa muitas vezes através de rituais exteriores ou verbalizações descomprometidas. Trata-se de algo mais profundo, de uma transformação de dentro para fora, de admitir e interiorizar valores Crísticos como o amor, a humildade, a caridade; de assumir o compromisso de transformar-se em uma nova criatura e de testemunhar o aprendizado espiritual Crístico na prática das suas ações diárias. Converter-se, então, se trata, de assumir o seu dharma, o caminho para a verdade superior, a verdadeira rota para a iluminação Crística.

Creio, então, que o significado espiritual do Natal está em celebrarmos a oportunidade de nos renovarmos e voltarmos ao caminho da elevação espiritual, pois, como nos ensina o Cristo, é através unicamente dele que, como filhos pródigos, retornaremos à casa do Pai.

Vale lembrar, ainda, que o Natal espiritual pode ser comemorado todos os dias, pois, cabe a você tomar-se de júbilo pela oportunidade diária de converter-se a mensagem redentora e transformadora do Cristo Jesus. Cabe a você adotar em seu íntimo a Lei do Amor para guiar os seus passos rumo à evolução espiritual consciente que, com certeza, lhe proporcionará condições de usufruir da indelével e duradoura harmonia no mais profundo do seu ser.

Boa Reflexão e Feliz Natal!

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
14/08/2019 | Nós e os outros II
07/08/2019 | Nós e os outros I
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)