Coluna | Viver Consciente
Willes S. Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
Viver e Ser Saudável
06/12/2011
Escrevi já faz tempo que “quem não aprende a cuidar da saúde está fadado a viver cuidando da doença”. E hoje, observando o modo como vive a maioria das pessoas, constato que, cada vez mais, o descaso para com a saúde tem resultado em um número sempre crescente de pessoas doentes. É incrível a tendência que elas têm em cometer desatinos que inevitavelmente as levam a ficar doentes. E o que é pior: algumas parecem sentir um prazer mórbido em declararem-se doentes, já que se esmeram em teatralizar a descrição dos seus sintomas, e outras, diante do infortúnio, teimam em não se responsabilizar pela sua recuperação gerando para si ainda mais sofrimento.

Esse tipo de comportamento, mormente representa a tipologia do vitimismo, um modo doentio e viciado de buscar atenção a qualquer preço. Além disso, há aqueles que lastimam suas enfermidades não pelo desejo da melhora, mas, por se sentirem culpados de terem praticado atos contra sua própria vida e permanecerem nas vias dos desatinos e dos vícios. Muitos hipocondríacos, por exemplo, desenvolvem comportamentos assemelhados, acrescido de outras nuanças próprias dessa singular ocorrência patológica.

Bem, esteja alguém ou não na situação que descrevi, o que desejo destacar nessa breve reflexão é a existência de um princípio fundamental para auxiliar na libertação de enfermidades ou desconfortos existenciais, o qual pela sua superior importância deveria ser evidenciado em todos os procedimentos terapêuticos que visam o restabelecimento da saúde humana. E ele se resume basicamente em três pontos: o primeiro é a compreensão de que a nossa vida acontece em três dimensões: espiritual, mental e física; o segundo é o aprimoramento constante da consciência sobre o valor do equilíbrio existencial, ou seja, do equilíbrio entre essas três dimensões; o terceiro é a prática de hábitos saudáveis condizentes com a consciência adquirida do aprendizado das vivências já experimentadas. O benefício resultante é o de que a pessoa, além de elevar, valorizar e dar clareza ao significado da boa saúde, por certo concorrerá também para o aperfeiçoamento das suas capacidades humanas com vistas a obter a autorealização que só a vida consciente pode lhe proporcionar.

Nenhum processo de cura ou remédio, do mais simples ao mais sofisticado, libertará alguém de qualquer desconforto físico ou da desarmonia existencial, se não houver a consciência de que além do equilíbrio orgânico, é necessário equilibrar-se emocional e espiritualmente. Portanto, eleja sua saúde como o bem número um que você deve preservar e investir, adotando rotinas saudáveis e posturas condizentes com o seu propósito de ser e viver saudável.

Boa Reflexão e viva consciente

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
11/03/2020 | Metamorfose
« ver todos
 
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)