Coluna | Viver Consciente
Willes S. Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
O Que lhe Guia?
25/09/2011
Você já refletiu por que durante algum tempo e, às vezes, por todo tempo, age sem pensar? Por que inconscientemente segue pela vida maltratando a si mesmo, aos outros e ao ambiente que o cerca, sem que tenha a noção exata do que o leva a agir assim tão destemperadamente? Faz isso por não ter a consciência de si mesmo. Por não ter a mínima ciência do real significado da sua presença no universo. Quando muito, alguns atingem uma consciência individual, mas, eis que lhe faltam conhecimentos e esforços mais amplos a fim de compreenderem que em sua rota evolutiva há muito mais a fazer para atingir uma consciência universal humanitária.

Então, eis uma instigante interrogação: “O que lhe guia?” O que o leva a ser como é, ou a pensar como pensa? Todos nós, conscientemente ou não, nos guiamos por um conjunto de crenças, hábitos e pré-disposições psíquicas que, de algum modo, ou nos foram legadas ou a elas demos causa, e cujos depositários são o nosso subconsciente ou, muito profundamente, a nossa matriz espiritual. É esse conjunto de crenças amealhado nessa existência desde a nossa infância e, quiçá, em existências pretéritas, que nos guia o modo de pensar e agir.

Sendo assim, cabe a nós compreendermos que os inumeráveis conceitos ou pré-conceitos que mantemos em nossa mente tanto podem nos remeter ao sucesso, prosperidade, alegria, satisfação e paz de espírito, traduzindo-se num viver agradável e sereno. Assim como, numa polaridade negativa, podem nos causar fracassos, tristeza, sofrimento ou desconfortos de todos os gêneros, frustrando a nossa evolução e nos desviando da insofismável verdade espiritual que tem o dom de libertar-nos de toda a ilusão que hoje nos assola e domina.

Tornar-se “observador de si mesmo”, vigiar seus pensamentos e tudo que lhe vai à mente, fazer um inventário racional de suas deficiências e hábitos, é algo fundamentalmente recomendável para quem deseja colocar-se num patamar superior da sua própria evolução e ser o guia consciente de si mesmo. Não é debalde que um dos maravilhosos recursos que nos foi legado pela Inteligência Divina da qual somos originários, vem a ser justamente o livre-arbítrio, o poder de escolha. Se ainda não estamos preparados para melhor utilizá-lo, é por que temos nos perdido por atalhos sedutores que têm nos desviado do melhor caminho, o caminho da consciência, ao invés das vielas da materialidade superficial que apenas nos remete ao suprimento das necessidades instintivas ou físicas.

O que lhe guia? Deve sabê-lo para melhor aquilatar aonde deseja chegar. Se o que almeja é pousar no cume calmo de um estado de espírito sereno, pacífico e de plena leveza, com toda certeza deve ajustar o seu plano de vôo. Tornar-se guia e piloto da nave da sua vida. A Lei soberana é a Lei do Amor!

Boa Reflexão e viva consciente

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
11/03/2020 | Metamorfose
« ver todos
 
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)