Coluna | Viver Consciente
Willes S. Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
Você pode fazer diferente e melhor
15/12/2009
Conheço muitas pessoas que gostariam de realizar algo de melhor em sua vida, de edificar alguma coisa de maior vulto, mas, elas não conseguem. E sabe por que não conseguem? Por que não confiam em si mesmas, porque se autolimitam; porque elas dizem para si próprias: “eu não consigo, eu não posso, é muito difícil, isso não é para mim ”. Em síntese, são crenças desse tipo que as impedem de avançar, de fazer diferente e melhor. São essas crenças também que as direcionam para o fracasso, para o comodismo e para outras situações geradoras de desconforto e desequilíbrio.

Não confiar em si mesmo é uma poderosa crença negativa, é um sentimento íntimo de incapacidade que muitas pessoas desenvolvem desde a infância. Muitas vezes são os pais que disseminam essa crença na mente da criança, outras vezes são professores mal preparados, mas, podem ser babás, avós ou outras pessoas próximas a elas, principalmente, em seu primeiro ciclo educativo. A criança é sempre suscetível de creditar naquilo que os adultos dizem, seja através da comunicação verbal ou de outras formas de mandatos subentendidos em atitudes para com elas. Ninguém nasce crendo que é fraco, incapaz ou limitado.

Grande parte das crenças negativas pode também ser desenvolvida a partir de algum acontecimento traumático, de algum pré-conceito ou de algo assemelhado. Além disso, existem pessoas que acreditam em destino, castigo, sina, etc. como se tudo fosse pré-determinado e ninguém tivesse a oportunidade de mudar nada. Penso que acreditar cegamente nesse determinismo é eliminar do ser humano sua capacidade intrínseca de superar-se, de fazer ou refazer tantas escolhas lhe seja necessário para sua própria evolução. Existem fatores que podem ser determinantes na vida das pessoas, existem. Mas daí acreditar que nada possa ser mudado é fazer apologia ao comodismo, à estagnação, ao conformismo.

Existe algo que chamo de poder ou competência pessoal, algo que todos nós possuímos. Alguns o conhecem como vontade, outros, como entusiasmo ou motivação, não importa que nome tenha, o importante é aprender a transformar essa gama de poder que há dentro de si em uma força altamente positiva para eliminar de vez as suas crenças limitadoras e restabelecer o seu domínio sobre a sua vida. Se as crenças negativas aprendidas no passado criaram para você realidades impeditivas da sua evolução, saiba que aqui e agora você pode criar realidades afirmativas a partir dessa nova postura mental e da sua prática constante; uma nova postura afirmativa que reconheça e alimente o seu valor pessoal e a sua capacidade de fazer diferente e melhor, sempre!

Boa Reflexão e viva consciente.

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
18/03/2022 | Homo Homini Lupus
25/01/2022 | Ser mais
10/01/2022 | Não olhe para cima
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2021 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)