Coluna | BRASILzão
Diego Gazola / Fábio Brito
Diego Gazola,(MTB-SP-44.350), é repórter-fotográfico.Graduado em Comunicação Social pela UMESP-SP, tem se especializado em fotojornalismo de viagens. Em cinco anos, já percorreu mais de um mil municípios em todo o Brasil para avaliação dos atrativos e documentação fotográfica dos Guias Turístico-Culturais da editora Empresa das Artes.As fotografias de Brasilzão são de sua autoria.
diegogazola@uol.com.br

Fábio Brito. Presidente da Empresa das Artes, editora com mais de 160 obras publicadas nos segmentos de turismo, meio-ambiente e cultura; de guias de viagem a livros de arte. Os textos de Brasilzão são de sua autoria.
fabiobritocritica@yahoo.com.br
Bogotá – La Candelaria, em uma cidade irmã
12/05/2009

A presença da influência espanhola

Encantos nas antigas ruas do bairro
O descontentamento: uma linguagem universal

- Na semana passada você comentou que nos apresentaria a Candelária.


Tristes trópicos

- Não senhor! Falei sobre o bairro “ La Candelaria”, o mais antigo da capital colombiana, Bogotá.

- Pelo que andei pesquisando, há um erro de leitura histórico, pois o que me consta é que em 1538, quando da fundação da cidade, os “agustinos recoletos”, padres de Candelária, ainda não faziam parte de nenhuma paróquia. Isso veio a correr 22 anos depois do surgimento da cidade.  


A religiosidade presente no La Candelaria

- Já que você sabe tudo e pretende questionar a veracidade dos fatos, qual é então o primeiro bairro bogotano?

- La Concordia.

- E o La Candelaria?

- É sem dúvida o centro histórico e cultural de Bogotá. A arquitetura colonial encanta e impressiona os visitantes. Paredes espessas de adobe, telhas de barro, pés direito altos, ladrilhos hidráulicos, corrimões de madeira e ares nostálgicos nas ruas que descem e se encontram na espetacular praça Simon Bolívar, um dos mais belos logradouros públicos da América Latina!


Em cada canto um museu

Museu do Exército

- O que mais me encanta é que para onde quer que você dirija seu olhar sempre encontrará nuvens que parecem abençoar esta localidade a mais de 2.700 metros de altitude, onde convivem estudantes, intelectuais, turistas, professores e amantes da cultura.

- Não se esqueça de que nesse bairro, além das universidades, museus, galerias de arte e excelentes restaurante, encontra-se também o poder central da Colômbia. A Prefeitura (Alcadía Mayor de Bogotá) se encontra no Palacio Liévano; a sede da Corte Suprema de Justiça está abrigada no Palácio da Justiça; e a sede do Congresso da República da Colômbia, por sua vez, está no Capitólio Nacional.

- E a Presidência da República?


Elegância em linhas sóbrias

Expressões populares na Praça Simón Bolivar

- A “Casa de Nariño”, um elegante edifício com linhas suaves e européias, é o local onde se encontra a mais importante sede do poder nacional colombiano. Ali, logo pertinho, você avistará o Palácio de San Carlos, onde o Ministério de Relações Exteriores desempenha o importante papel de diálogo com os demais países do planeta.


O coração aberto dos colombianos

Um bairro universitário

- Sinto-me feliz quando vou a Bogotá, quando me encontro no La Candelaria e visito, tranquilamente, seus museus, as principais igrejas, como a Iglesia de San Agustín, um delírio para o visitante à busca de densidade histórica nas emoções, além da oportunidade de dialogar com os jovens universitários que alegram as ruas e becos da localidade.


 A beleza da arquitetura colonial - Praça Simón Bolivar

 Ruas tranquilas e casarões históricos      

- Eu também adoro Bogotá! As pessoas são gentis, educadas, e o exército se faz visível em suas ruas para auxiliar o habitante e os demais que circulam por esta adorável metrópole da América do Sul.

- E o custo de vida?

- Extremamente acessível se comparado aos nossos preços de serviços e alimentos, tanto em São Paulo como no Rio de Janeiro.


Ao fundo avista-se o Cerro de Monte Serrate  

Um poeta peruano nas alturas de Bogotá   

- Quanto custa uma passagem de ida e volta para Bogotá?

- Se comprarmos com antecedência, menos de R$ 900,00. Não é barato? Vale a pena economizar um pouquinho de dinheiro e descobrir a Colômbia!

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
28/09/2009 | Embu das Artes
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2021 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)