Coluna | BRASILzão
Diego Gazola / Fábio Brito
Diego Gazola,(MTB-SP-44.350), é repórter-fotográfico.Graduado em Comunicação Social pela UMESP-SP, tem se especializado em fotojornalismo de viagens. Em cinco anos, já percorreu mais de um mil municípios em todo o Brasil para avaliação dos atrativos e documentação fotográfica dos Guias Turístico-Culturais da editora Empresa das Artes.As fotografias de Brasilzão são de sua autoria.
diegogazola@uol.com.br

Fábio Brito. Presidente da Empresa das Artes, editora com mais de 160 obras publicadas nos segmentos de turismo, meio-ambiente e cultura; de guias de viagem a livros de arte. Os textos de Brasilzão são de sua autoria.
fabiobritocritica@yahoo.com.br
Águas da Prata: a cidade ideal para você descansar
19/01/2009

Urge recuperar o glamour de Águas da Prata

Pratique arvorismo no Caminho da Serra

A igreja matriz

As bancas de artesanato são charmosas

- Todas as vezes que vou a Poços de Caldas, em Minas Gerais, passo por Águas da Prata.

- Como é essa estância hidromineral?


- O acesso a Águas da Prata através de uma excelente rodovia

- Pelas informações que obtive, temos no Estado de São Paulo onze municípios que são considerados estâncias hidrominerais.

- Eu, quando desejo descansar, vou a Águas de Lindóia, onde encontro a paz almejada após tanta tensão ao viver sob pressão aqui na capital. Porém Águas da Prata não me atrai tanto.

- Você já teve a oportunidade de conhecer pra valer a cidade?


Logo na entrada da cidade a melhor empadinha do Brasil

- Conhecer o que?

- Mal vejo o que descobrir nesse município, pois para mim Águas da Prata é o caminho natural para Poços de Caldas.

- Quanta ignorância! Certamente Águas da Prata é uma das cidades mais tranquilas, agradáveis e com seu patrimônio arquitetônico preservado, além da extensa área verde no seu entorno. Suas ruas são arborizadas, os jardins bem-cuidados, e ainda podemos usufruir de uma vida interiorana: casas avarandadas com quintais, árvores seculares, muitas flores e, sobretudo, não há sujeira pela cidade.


Sidnei e Cristina recuperam patrimônio histórico na cidade

- Qual é a origem do nome deste município?

- Vou ler para você a informações que encontrei na enciclopédia livre (Wikipédia), porém, logo depois, desejo contar um pouquinho mais sobre essa encantadora cidade e sua gente. Vamos lá?: “O Município de Águas da Prata deve sua existência em razão de grande quantidade de sais minerais encontrados em suas águas, sendo que a origem do nome vem de uma corruptela da expressão tupi-guarani ‘Pay tâ’ que, ao ser pronunciada pelos portugueses, tornou-se ‘Prata’. ‘Pay tâ’, que quer dizer em tupi-guarani ‘água dependurada’, em virtude da alta mineralização das águas que, ao escorrerem próximas as minas, formam estalactites. Nas nascentes era constatada a presença de animais silvestres como: antas, veados, capivaras, queixadas, porcos-do-mato e muitos outros”.


O Secretário de Turismo Luti e Marilim Capitanini

Águas da Prata, uma bela cidade

- Um dos meus sonhos seria de iniciar as primeiras aulas de vôo-livre com asa delta ou paraglider. Certamente, lá de cima, poderei apreciar as áreas verdes, cachoeiras e as belas propriedades rurais existentes no entorno.

- Você já praticou arvorismo?

- Nunca. Mas o que isso tem a ver com Águas da Prata?


Uma região repleta de encantos

Vida tranquila e descanso na varanda

- Tudo. Próximo à cidade você encontra um dos locais mais apropriados para a prática desse esporte; trata-se do Caminho da Serra, um belíssimo local bem equipado onde a proprietária, Marilim Capitanini, e seu marido, recebem grupos de pessoas, amantes da natureza, para um contato mais direto com o mundo dos esportes saudáveis: pesca esportiva, escalada, rapel, tracking e tirolesa estão entre as diversas modalidades de lazer que você pode desfrutar neste lugar de pura emoção. Fica bem pertinho de Águas da Prata e, caso deseje maiores informações, não deixe de acessar: www.caminhodaserra.com.br ou telefone para (19) 3642-2794 e fique amigo dos proprietários..


Águas da Prata, uma cidade abençoada

O belíssimo jardim português da igreja

- De seus 870 metros de altitude, Águas da Prata tem como tesouro as nascentes de água mineral – magnesianas, bicarbonatadas e radioativas – porém, infelizmente, o balneário, uma belíssima edificação histórica, está desativado.

- Por que essa paixão súbita por Águas da Prata?


Hotel histórico abandonado

A estação de trem a ser recuperada

- Respondo em poucas palavras. O clima subtropical é ameno. Águas da Prata tem menos de oito mil habitantes e é linda! O seu patrimônio arquitetônico, esquecido por muitos, foi preservado e o potencial turístico-cultural existente é muito grande. As pessoas são agradabilíssimas. É uma cidade segura para quem deseja divertir-se em um Brasil raro onde impera a natureza, o bem-estar e a cordialidade. Vamos passar o carnaval em Águas da Prata?


Patrimônio histórico a ser recuperado

- Por que não? Porém deve haver muita bagunça e violência por lá, não é mesmo?

- Engano seu. A atual Prefeitura, recém empossada, através da Secretaria Municipal de Turismo, decidiu lançar o “Carnaval com Segurança”, quando ocorrerão marchinhas, brincadeiras sadias e, sobretudo, muita felicidade. A menos de 250 quilômetros de São Paulo, você estará em um outro mundo. Tomara que Águas da Prata não perca as suas características originais e retome o fluxo turístico sem descaracterizar a sua alma.

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
28/09/2009 | Embu das Artes
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2021 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)