Coluna | BRASILzão
Diego Gazola / Fábio Brito
Diego Gazola,(MTB-SP-44.350), é repórter-fotográfico.Graduado em Comunicação Social pela UMESP-SP, tem se especializado em fotojornalismo de viagens. Em cinco anos, já percorreu mais de um mil municípios em todo o Brasil para avaliação dos atrativos e documentação fotográfica dos Guias Turístico-Culturais da editora Empresa das Artes.As fotografias de Brasilzão são de sua autoria.
diegogazola@uol.com.br

Fábio Brito. Presidente da Empresa das Artes, editora com mais de 160 obras publicadas nos segmentos de turismo, meio-ambiente e cultura; de guias de viagem a livros de arte. Os textos de Brasilzão são de sua autoria.
fabiobritocritica@yahoo.com.br
Da Pátria Mãe Gentil para a Nação dos Trópicos - Brasil
23/06/2008

Palestra ocorrida na Universidade de Aveiro

Um pouco de arquitetura e de engenharia portuguesas

Os tempos passaram em Portugal, porém, sua historia é preservada

Impressões portuguesas

Lisboa é abençoada pelo Cristo Rei

Andanças dos Pombos do Correio do Sul
- "O que você comemora nesse ano de 2008 que é de extrema relevância cultural e histórica para o Brasil e para Portugal?"

- ...(Seguiu-se um profundo silêncio... Nenhum estudante reagiu ou respondeu a essa pergunta simples por mim formulada; pergunta direta e aparentemente óbvia. O fenômeno da mediocrização e da desinformação no ensino e da aprendizagem é, aparentemente, universal...)


Arena de touros em Lisboa

- Pois bem. Há exatamente 200 anos, Portugal foi invadido pelas tropas famintas e maltrapilhas do general Junot, que encontrou a capital, Lisboa, rendida e apavorada, pois o rei, Dom João, fugira para o Novo Mundo levando consigo a Corte e as últimas reservas e riquezas do país, deixando-o desamparado.

- "Com quais países o Brasil faz fronteira?"


Os admiráveis azulejos portugueses no dia-a-dia

- "Uruguai, Chile, Argentina, Equador..."

- Não, esperem! Há um erro nessa resposta. Vamos começar por baixo, pelo sul. Os países fronteiriços são Uruguai, Argentina, Paraguai, Bolívia, Colômbia, Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa.

- Ufa!!! Ainda bem que você não errou, hein? Teria sido um vexame, caso não soubesse. Agora me deixe questioná-lo: onde se encontra Aveiro?


Circuitos turísticos para desvendar Lisboa

- Depende. Se você partir da capital, Lisboa, basta tomar o trem (em Portugal se diz “comboio”) ou percorrer as modernas rodovias para encontrar-se na cidade litorânea - o belo porto de Aveiro. É uma cidade bonita, com um patrimônio arquitetônico bem preservado, ares de metrópole, embora tenha cerca de 70.000 habitantes, e quase 20% dessa população seja constituída de estudantes que para lá se dirigem de todo o país e de outras nações. Mas o que tudo isso tem a ver com o nosso Brasilzão?

- Tudo a ver, meu amigo! Portugal tornou-se uma nação próspera e evoluída, símbolo dos tempos atuais, onde a cultura latejante ainda resiste aos grandes modismos metropolitanos provenientes da América do Norte ou de outros países ricos do planeta. Portugal continua português, apesar das inúmeras influências francesas e ou inglesas, que marcaram o desenrolar de sua história. A Inglaterra auxiliou Dom João a fugir de Napoleão Bonaparte e a instalar-se no Brasil colônia, onde residiu por 13 anos. No século 19, e no início do século 20 era chique falar francês em Lisboa. Peças de teatro, cardápios dos melhores restaurantes, espetáculos musicais e outras manifestações culturais eram apresentadas à população no idioma gaulês!

- Sei disso. O escritor português Eça de Queiroz já denunciava em seu romance "O primo Basílio" que Lisboa estava irritantemente afrancesada naquela época. Mas pergunto novamente a você: o que isso tem a ver com o nosso Brasilzão?


Em Aveiro, Portugal, foi apresentado o Brasilzão

- É simples! O Brasil deveria "estar mais português e ser mais autêntico"! A cozinha brasileira deve muito às nossas sábias tataravós, bisavós e avós, bravas mulheres que trouxeram para essas bandas o saber e o fazer culinários lusitanos. A arquitetura portuguesa é sublime, sóbria, austera e de elegante bom gosto! Os portugueses são gentis, e nós, brasileiros, somos acolhidos de braços abertos quando solicitamos alguma informação nas inúmeras ruas de suas cidades, por exemplo.

- É verdade! Por isso me predispus a encontrá-lo em Lisboa, (cidade adorável, diga-se de passagem), e fomos juntos até a charmosa Aveiro, onde tivemos a oportunidade de conviver por duas horas com os estudantes da Universidade.


O belíssimo centro antigo de Lisboa

- Já estou com saudades! Foi tão bom, não é mesmo? Agradecemos ao professor Antônio José Fernandes e aos alunos Carlota Oliva e Tiago Constantino, que prontamente se manifestaram e nos encaminharam suas redações com vivências em solo português. Tiago, de Caldas de Rainha; Carlota, apaixonada pelas ilhas portuguesas, onde buscou repouso e inspiração para, mais tarde, escrever as deliciosas linhas que nos foram encaminhadas.

- Em outubro retornaremos a Aveiro, e esperamos rever os nossos novos amigos portugueses, concorda?

- Sim senhor!

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
28/09/2009 | Embu das Artes
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2021 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)