Coluna | Viver Consciente
Willes S. Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
Autoestima e consciência I
30/05/2019
Em textos anteriores já fiz referência a dois elementos importantes da autoestima que são a autoconfiança e o autorrespeito. O primeiro compreende o grau de confiança que o indivíduo deposita em si próprio, e o segundo, representa o nível de respeito que ele tem por si mesmo. 

No que se refere à autoconfiança, é possível afirmar que muitas pessoas têm perdido oportunidades de crescimento e realização, pelo fato de não confiarem nelas próprias diante dos obstáculos que lhes surgem. Por outro lado, a condição do baixo autorrespeito que o indivíduo tem por si, o faz submisso impedindo sua capacidade reativa diante de imposições, manipulações e até mesmo de humilhações constantes. Em resumo, qualquer pessoa que não confie e respeite seus próprios valores e competências, dificilmente obterá a confiança e o respeito dos outros. Diante dessa constatação surge a pergunta: “O que fazer para aumentar a autoconfiança e o autorrespeito?” A resposta é: “Viver conscientemente”. 

Partindo da premissa de que “somos aquilo que pensamos”, ou seja, somos a ideia ou o conceito que temos de nós mesmos, é possível aquilatar a importância do uso da mente para dar existência a um processo de transformação existencial para viver conscientemente. É assim que também entende Nathaniel Branden, norte-americano, estudioso sobre o assunto, quando afirma: “Nossa mente é o meio básico de nossa sobrevivência. Todas as conquistas que nos distinguem como homens são reflexos da nossa capacidade de pensar. A vida bem-sucedida depende do uso adequado da inteligência – adequado, quero dizer, às tarefas e metas que estabelecemos para nós mesmo e aos desafios que enfrentamos”.

Todos possuem inteligência, mas o que nos diferencia é o uso que fazemos dela. O que vale também para a consciência, pois, é da nossa livre escolha usá-la da melhor maneira para que possamos modificar ou melhorar tudo aquilo que desejarmos. É provável que fatores como educação familiar, desconfortos emocionais e até traumas mais fortes nos impeçam por determinado tempo de visualizar nossas qualidades ou potencialidades. Porém, isso não nos impede de resgatá-las e fazê-las novamente fluir, pois, ao escolhermos viver conscientemente nossa capacidade seletiva volta a funcionar de modo adequado para tomarmos as melhores decisões para nossa lida existencial. Optar por saber e entender mais sobre nós mesmos e sobre tudo que nos cerca, é um ato que se reveste de vital importância, pois, quanto mais conhecermos nossas qualidades, deficiências e limites, maior a possibilidade de sucesso em nossas escolhas. 

Viver conscientemente é diferente de viver às escuras, sendo dirigido por expectativas, modelos e mandos dos outros. É valorizar uma visão mais cristalina da vida, em contrapartida à cegueira que, em muitos casos, nos faz submissos e inábeis para encontrarmos soluções para nossos problemas ou desconfortos. Aliás, é bom saber que muitas pessoas depressivas entram nesse estado por não terem consciência da força que possuem para vencer os desafios que lhes surgem no dia-a-dia. E mais, lamentações sobre fracassos e infortúnios não fortalecem ninguém, pelo contrário, é um gasto inútil de tempo. O que gera maior nível de confiança em nós mesmos é a escolha em utilizar adequadamente nosso potencial de inteligência e racionalidade para qualificar melhor a vida, o que, a priori, exige uma autoestima equilibrada. 

 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
18/03/2022 | Homo Homini Lupus
25/01/2022 | Ser mais
10/01/2022 | Não olhe para cima
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Página Principal | Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2022 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)