Coluna | Viver Consciente
Willes S. Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
O Sucesso do Futuro se Constrói no Presente
09/05/2012
Não há como negar que uma soma considerável de pessoas não consegue mudar ou evoluir porque, de certo modo, vive aprisionado ao passado. São fracassos, frustrações, desilusões, traumas, medos, perdas, culpas, enfim, um pesado fardo que muitos acreditam fazer parte do seu destino carregar. Alguns indivíduos até que tentam mudar hábitos e abandonar vícios, mas, acabam por sucumbir à falta da compreensão de que o que realmente faz a diferença é o tempo presente, espaço real onde a vida realmente acontece e pode ser modificada.

Infelizmente na rota existencial de muitos indivíduos, devido ao modo pelo qual foram educados, ou deseducados, é quase que natural esse apego ao passado. Pois estranhamente aprenderam com pais, familiares e outras fontes externas, a superestimar as ocorrências dolorosas e desconfortáveis, e a desvalorizar tudo aquilo que foi bom, promovendo, com isso, a anulação das satisfações que foram vivenciadas. Em sendo assim, não deixa de ser uma estranha alquimia esta de transformar o passado em toda a sua inteireza numa espécie de mochila de pedras que, ao ocupar o presente, subtrai da pessoa as energias que poderiam ser gastas para transformar o ato de existir em algo mais prazeroso e leve.

O que, às vezes, nos parece tão óbvio, parece-me não ser assim tão evidente, pois, a obscuridade que esse acúmulo de passado causa em termos mentais e emocionais principalmente, é o que faz, por exemplo, que indivíduos com grandes possibilidades de sucesso permaneçam estagnados e improdutivos. Deixando que o tempo presente que lhes é precioso se esvaia causando a sensação de que nada pode ser feito para mudar o que deve ser mudado. Motivo pelo qual alguns passam sistematicamente a culpar o destino, a má sorte e outras tantas situações e crenças para justificar o abismo que não cansam de cavar para si próprios ao permanecerem nesse doentio culto ao que já passou.

Será tão difícil assim compreender, que fora do tempo atual não há objetivamente o que fazer para aliviar os estragos que possam ter sido gerados no passado? Que só ações responsáveis e conscientes no presente podem gerar algum ganho existencial vindouro? Pois bem, difícil ou não este é o desafio a ser aceito por aquele que deseja estabelecer para si um patamar existencial rico em realizações benfazejas e abundantes.

Não há mágica ou segredo, o caminho é diluir, digamos assim, a presença e a influência do passado no presente, e isso passa, necessariamente, por uma consciente aceitação do dele como elemento de aprendizado. Ou seja, transformar as vivências passadas em uma fonte de conhecimento de si mesmo e do universo à sua volta como um todo. É esse desapego do passado que pode transformar o que antes era pesado e doloroso, em um farol a iluminar e dar clareza ao presente e a tudo quanto possa ser realizado de agradável e satisfatório. O presente vivido com leveza liberta a mente, a alma e o corpo, para que haja um renascer vigoroso da vida em toda sua plenitude e potencialidade.

Boa Reflexão e viva consciente.

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
18/03/2022 | Homo Homini Lupus
25/01/2022 | Ser mais
10/01/2022 | Não olhe para cima
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Página Principal | Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2022 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)