Coluna | Viver Consciente
Willes S. Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
Ilusões
12/05/2005
Alexander Lowen, psicanalista e estudioso mundialmente conhecido por suas inúmeras obras sobre o comportamento humano, entre elas “Corpo Em Depressão”, diz que: “Existem duas ilusões bastante diferenciadas em nossa cultura – uma relacionada com dinheiro e a outra com o sexo. A ilusão de que o dinheiro é onipotente, que ele pode solucionar todos os problemas e trazer ao seu detentor toda a alegria e felicidade, é responsável pelo culto ao dinheiro. De maneira similar, o culto ao sexo provém de uma crença na onipotência do sexo. No entendimento daqueles que partilham destas ilusões, o encanto sexual, assim como o dinheiro, é um poder que pode ser usado para abrir ‘ a porta do céu’. Para muita gente, dinheiro e sexo tornaram-se as divindades supremas”.

Uma análise bastante simplificada desta questão levantada por Lowen, demonstra que ambas as ilusões, a do dinheiro e do sexo como instrumento de busca de poder, levam as pessoas a tomar a aparência como se fosse o conteúdo, o que causa um conflito de valores representado pelo ego e o corpo: “ O ego pensa em realização e o corpo em prazer. O ego funciona com imagens, o corpo funciona com sentimentos”. Sob essa ótica, a resolução deste conflito só acontece quando alguém consegue fazer coincidir imagem e sentimento, ou diluir o ego em função do sentimento, o que provavelmente lhe proporcionará uma vida emocional equilibrada e saudável. O contrário disso, ou seja, quando o sentimento é subordinado ou reprimido em favor da imagem egóica, da ilusão, a conseqüência é uma existência permeada de frustrações, desequilíbrios, e desconfortos emocionais com resultados imprevisíveis.

O mesmo Lowen diz: “Por trás de toda ilusão há um desejo de liberdade e amor. O indivíduo desesperado luta por liberdade e amor por meio da ilusão. Na sua mente, o poder é a chave da liberdade e do amor”. A questão que se apresenta a seguir então é: Como superar esta ilusão de poder, agregadas ao dinheiro e ao sexo? É lógico que isso exigiria uma análise profunda da história de cada indivíduo detentor desse tipo de ilusão, mas, a princípio, poder-se-ia dizer que tanto o sentimento de liberdade como do amor precisam ser vivenciados corporalmente; há que se sentir para poder aquilatar a dimensão desses sentimentos e desbloquear-lhe os caminhos para eles vicejem com naturalidade e tornem-se reais.

O sentido desta breve explanação sobre este assunto, é o de levar até vocês um instante de análise sobre o modo de viver e sentir de cada um. Uma vez que muitos, movidos pelas mais diferentes razões, por estarem nutrindo-se emocionalmente de ilusões podem estar fadados a viver continuamente inseguros em relação ao futuro. O que segundo Alexander Lowen, significa estar “continuamente suspenso entre a realidade e a ilusão, algo semelhante a viver entre a vida e a morte”. Situação que não é desejável e nem aconselhável, para quem almeja uma vida plena de satisfações duradouras e reais.

Boa Reflexão. Paz e Luz para você.

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
18/03/2022 | Homo Homini Lupus
25/01/2022 | Ser mais
10/01/2022 | Não olhe para cima
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Página Principal | Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2022 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)