Coluna | BRASILzão
Diego Gazola / Fábio Brito
Diego Gazola,(MTB-SP-44.350), é repórter-fotográfico.Graduado em Comunicação Social pela UMESP-SP, tem se especializado em fotojornalismo de viagens. Em cinco anos, já percorreu mais de um mil municípios em todo o Brasil para avaliação dos atrativos e documentação fotográfica dos Guias Turístico-Culturais da editora Empresa das Artes.As fotografias de Brasilzão são de sua autoria.
diegogazola@uol.com.br

Fábio Brito. Presidente da Empresa das Artes, editora com mais de 160 obras publicadas nos segmentos de turismo, meio-ambiente e cultura; de guias de viagem a livros de arte. Os textos de Brasilzão são de sua autoria.
fabiobritocritica@yahoo.com.br
Tupã. Terra abençoada
12/02/2009

Busto do fundador da cidade

Solar Luiz de Souza Leão

Igreja Matriz

 Nova utilidade criativa para os postes de iluminação. Sinalização como nome de ruas

Uma das primeiras moradoras de Varpa, município de Tupã, Dona Ilda Augustrose

- Estou com dificuldades para escrever sobre Tupã.

- Por quê?

- Porque o tema é fascinante e há várias versões e teorias sobre o fenômeno. Segundo o escritor Câmara Cascudo, a palavra tupã, simplesmente, designava o som do trovão para os indígenas tupis-guaranis.


Museu da rede de cachaçarias Água Doce

- Já Osvaldo Orico, pelas informações que obtive, afirma que os indígenas “tinham a noção de um deus superior, cuja voz era ouvida dos céus durante as tempestades”. O Deus da Criação e da Luz residia no Sol.

- Fiquei fascinado quando busquei mais dados sobre Tupã. Ouça o que li: “No início de todas as coisas, Tupã criou o infinito cheio de beleza e perfeição. Povoou de seres luminosos o vasto céu e as alturas celestes, onde está seu reino. Criou então a formosa deusa Jaci, a Lua, para ser a Rainha da Noite e trazer suavidade e encanto para a vida dos homens. Mais tarde, ele mesmo sucumbe ao seu feitiço e a toma como esposa. Jaci era irmã de Iara, a deusa dos lagos serenos. Criou ainda o forte deus Guaraci, deus do Sol, irmão de Jaci, o qual dá vida a todas as criaturas e preside o dia”.


Loja da Associação de Varpa, município de Tupã

- Que bonito! Estou certo de que os habitantes de Tupã mal conhecem as lendas e mitos em torno desse ente divino e poderoso.

- Deixe-me ler um pouquinho mais: “Tupã criou também Tainacam, a deusa das constelações. Igualmente deu vida às Tiriricas, as deusas da raiva, do ódio e da vingança. Colocou nas densas florestas o Caapora, deus vingativo, protetor das casas e dos animais. Criou Aruanã, o deus da alegria e protetor dos Carajás, e faz germinar no norte do Brasil as ricas e belas carnaubeiras, chamadas de árvores da vida”.


Tematização indígena em Tupã

- Fico imaginando que a Prefeitura de Tupã deveria dispor de pequenos cartazes ou outdoors junto aos pontos de ônibus, às escolas e praças públicas, relatando as lendas relativas à divindade Tupi-guarani.

- Isso já ocorre nos carros do metrô de Madri. Eles semeiam cultura aos viajantes que lêem trechos de textos dos principais escritores espanhóis.

- Mas... e Tupã?

- A cidade de Tupã, no Interior paulista, tem mais de 60 mil habitantes e está distante 530 quilômetros da capital, São Paulo. Por ali passava a antiga Companhia Paulista de Estradas de Ferro. Tupã surgiu na década de 1930 e é, portanto, uma cidade nova.


Uma longa viagem: da Letônia ao Brasil
Paço Municipal

- Como é a cidade?

- Limpa, pacata, calçadas largas e bem-tratadas, casas térreas com quintais espaçosos... Tem qualidade de vida!

- Pelo que sei, foi um pernambucano, Luíz de Souza Leão, o responsável pela escolha do local onde seria edificada a futura cidade. Consta que a ocupação não foi pacífica e muitos índios caingangues foram massacrados com a chegada dos “colonizadores”.


Fazenda Palma, parte da história dos imigrantes

- Nessa tensão toda, surgiu a figura da índia Vanuire responsável pelos acordos de paz entre os indígenas e os novos habitantes. Em sua homenagem, existe o Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuire.

- Vale a pena conhecer Tupã?

- Sem dúvida! A cidade corresponde ainda a uma vida interiorana tranquila e com muita qualidade. Quanto ao deus Tupã, aí já é outra história...

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
28/09/2009 | Embu das Artes
« ver todos
 
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2021 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)