Notícias | Justiça

Justiça determina que grupo denunciado por padre em Itajubá pare com entrega de panfletos de instrução de votos em igrejas

Larissa Moura / Varginha Online | 28/10/2022 - 15:39:51
(Foto: Reprodução Internet)
A Justiça Eleitoral determinou que o grupo denunciado por um padre de Itajubá deixe de entregar panfletos com instrução de votos em igrejas da cidade. De acordo com a decisão do juiz eleitoral Luiz Fernando Rennó Matos, o panfleto é irregular, pois não foi confeccionado por partido político.
Os panfletos eram apresentados como “instrução da igreja” e pediam votos para o candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL). O caso foi informado no último domingo (23), durante uma missa, onde o padre Valmir Teixeira revelou ter sofrido ameaças do grupo que estava entregando panfletos.
Ainda segundo a decisão da justiça eleitoral, o grupo deverá entregar o restante dos materiais no Cartório Eleitoral. “Determino a intimação dos representados para, em 24 horas após sua intimação, depositarem no Cartório Eleitoral o restante do material de propaganda irregular de que estejam na posse, sob pena de crime de desobediência; e cessarem toda e qualquer atividade de confecção de idêntico material, bem como de distribuição dos panfletos para a população, também, sob pena de crime de desobediência”, definiu o juiz.
 

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter e no Instagram.

Receba gratuitamente nossas notícias no seu celular, escolha o aplicativo de sua preferência:

 
Últimas Notícias
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Página Principal | Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online
Site associado ao Sindijori

Todos os direitos reservados 2000 - 2023 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)