Notícias | Economia
Inflação geral se mantém estável em Varginha no mês de novembro
Com assessoria | 09/12/2021 - 10:36:34
(Foto: Márcio Borges / Varginha Online)

A quinta pesquisa sobre a inflação geral na cidade de Varginha, coordenada pelo Departamento de Pesquisa do Grupo Unis, demonstrou que no mês de novembro o IMPC (Índice Municipal de Preços ao Consumidor) apresentou leve queda de -0,23% em comparação com o mês anterior, indicando assim uma estabilidade no indicador. É a primeira queda que ocorre desde o início da sondagem em julho deste ano, porém a alta acumulada no período já atinge 4,95%.

É importante destacar que o IMPC é composto por 5 grupos de gastos, sendo eles: Alimentação; Habitação; Transporte; Educação e Comunicação. Esses grupos são divididos em 11 subgrupos, compostos por 44 itens e totalizando 503 preços coletados entre diferentes tipos, marcas e locais na cidade.

O grupo que apresentou a maior alta geral foi comunicação (0,63%). A alta ocorrida nos planos básicos de internet (2,59%), cujos valores médios são mais altos, não foi compensada pela queda nos planos de telefonia (-2,74%).

O grupo transporte retratou alta geral de 0,18%. Os produtos com maiores elevações nos preços médios foram etanol (0,36%) e o diesel (0,36%). O valor da gasolina manteve-se estável.

O grupo alimentação teve queda na média geral de -0,36%. Essa diminuição foi menor que no mês anterior. Os destaques de alta foram banana (37,52%), café em pó (12,89%) e cebola (11,33%). Os produtos alimentícios com maiores quedas nos preços médios foram tomate (-29,36%), batata (-26,39%) e alface (-14,16%).

O grupo habitação apresentou queda de -0,53%. Neste grupo os destaques de alta foram alguns produtos de limpeza em geral (2,52%). No entanto, ocorreram diminuições nos preços médios de produtos de higiene pessoal e também estabilidade nos valores do gás de cozinha e da energia elétrica, contribuindo para o resultado geral deste grupo. 

O grupo educação se manteve estável.

Nesta atual pesquisa foi possível verificar que as quedas ocorridas nos grupos alimentação e habitação compensaram as altas nos grupos comunicação e transporte, mantendo o índice geral de inflação estável. É importante destacar que isso ocorreu principalmente pela queda nos preços de alguns produtos alimentícios e também pela estabilidade nos valores dos combustíveis, energia elétrica e gás de cozinha. No entanto, é preciso considerar que nos últimos meses as altas nestes componentes foram muito fortes e a estabilidade no mês de novembro não provoca alívio no orçamento das famílias. Reiteramos, conforme o relatório anterior, que a procura por preços mais acessíveis e a substituição de produtos e marcas são ações necessárias para tentar diminuir esses impactos, juntamente com políticas governamentais que visem minimizar as volatilidades nos preços.

 

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter e no Instagram.

Receba gratuitamente nossas notícias no seu celular, escolha o aplicativo de sua preferência:

 
Últimas Notícias

Comente a Notícia!

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Página Principal | Expediente | Privacidade | Entre em Contato | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2022 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)