Coluna | Expressão
Fabricio Serafim
34, é economista e ativista social em Varginha-MG, escreve às quintas-feiras neste espaço, no jornal Correio do Sul (Varginha) e no Jornal do Estado (Pouso Alegre).
Quem é o animal aqui?
21/02/2008
O que define nossa condição de "ser humano"? A inteligência? A capacidade de discernir entre certo e errado?

Bem... Creio que não temos dado provas suficientes de que somos melhores em comparação aos outros animais que habitam este planeta. Aliás, fico cada dia mais chocado com a infinita capacidade que temos de sobrepujar em maldade os demais habitantes deste planeta.

Há alguns meses, vêm me martelando reportagens, vídeos, mensagens eletrônicas, comunidades virtuais e depoimentos de amigos, demonstrando o quanto podemos ser cruéis. Cães e galos treinados para mutilarem-se em rinhas; elefantes, camelos, leões, tigres e macacos torturados em circos ou abandonados à beira de rodovias; touros, bezerros e cavalos massacrados em rodeios e levados ao suplício em arenas de touradas, para deleite de turbas barulhentas e alcoolizadas; gansos e patos confinados, alimentados a força, para deleite de nosso paladar; coelhos, ratos e primatas tratados como cobaias, sem o menor respeito, para que se realizem pesquisas sabe-se lá com que fim; filhotes de focas vítimas de carnificina, para com suas peles adornar senhoras abastadas; grandes mamíferos assassinados para ter suas cabeças expostas em salões, seus chifres vendidos como estimulante sexual...

Se somos capazes de impingir sofrimento a seres vivos incapazes de defesa inteligente, sem uma razão vital, não me surpreende o que podemos fazer a outros seres humanos.

Se me causa espanto ver dois homens em luta corporal por motivos débeis, mas em igualdade de condições, o que dizer sobre a impressão a respeito de atos violentos, com a ajuda de instrumentos letais, contra animais que não têm a menor oportunidade de defesa?

Vale ressaltar que não sou extremista. Não sou contra o consumo de carne. Não sou contra pesquisas com animais, desde que não provoquem sofrimento aos mesmos, até porque a ciência precisa evoluir e vidas racionais e irracionais são salvas em virtude de testes realizados em cobaias. Mas me preocupa o abuso gratuito. Mesmo porque existem ligações importantes a considerar:

Pesquisa realizada pela Humane Society of the United States (HSUS), afirma que existe uma conexão entre crueldade contra animais e violência humana: Quase um quarto de todos os casos de crueldade proposital contra animais envolve alguma forma de violência familiar. Violência doméstica foi a forma mais reportada, seguida por abusos contra crianças e pessoas idosas.

Os que abusam de crianças e idosos, freqüentemente o fazem também com animais, para exercitar seu poder de controle.

Muitos assassinos em série começaram matando animais. As pesquisas mostram também que a crueldade animal pode ser sintoma de uma mente doentia. E os exemplos são fartos: Albert de Salvo (O Estrangulador de Boston), assassinou 13 mulheres. Na juventude prendia cães e gatos em jaulas para depois atirar flechas neles. Peter Kurten (O Monstro de Düsseldorf), matou ou tentou matar mais de 50 homens, mulheres e crianças. Torturava cães e fazia sexo com eles, enquanto os matava. Theodore R. Bundy matou 33 mulheres. Na infância presenciava o avô sendo cruel com os animais. Entretanto, mais assustadores ainda são os recentes tiroteios em diversos colégios dos Estados Unidos. Todos eles têm algo em comum: os adolescentes criminosos já se haviam destacado anteriormente por atos de violência contra animais. Afinal, quem é o animal aqui? E é por isto não aceito que bichos sejam maltratados para mera diversão. Não aceito rodeios, não aceito touradas, não aceito rinhas. Isto nada mais é do que um treinamento para futuros assassinos. Incentivo à violência. Banal e bossal!

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)