Coluna | BRASILzão
Fábio Brito
Presidente da Empresa das Artes, editora com mais de 160 obras publicadas nos segmentos de turismo, meio-ambiente e cultura; de guias de viagem a livros de arte. Os textos de Brasilzão são de sua autoria.











Belo Horizonte hospeda
31/01/2017

Sono interrompido pelos solavancos, pela preocupação ao ver o auto, móvel, adentrar o breu da noite com seus motoristas atrevidos e suicidas, ou assassinos, na rodovia Fernão Dias, a qual rasga o ventre terrestre do território mineiro.


O vasto domínio que abriga 853 municípios, cidades mal ocupadas e nada planejadas, sem estética, sem cuidados para o convívio harmônico em seus distritos, bairros, quarteirões ou ruas em sua maioria mal pavimentadas está periclitante. São edificações comerciais, lares, domicílios, ninhos familiares ou esconderijos na famigerada terra de ninguém: as Minas Gerais.


Minas Gerais é a terra das contradições. Aqui surgiu a Inconfidência Mineira que culminou ao liberar o Brasil de sua Pátria Madrasta.


Em Minas surgiu o mega movimento de corrupção, o Mensalão, que desestruturou e consolidou a imensa falcatrua em nome do populismo e da falsa esquerda brasileira.


Minas Gerais teve recentemente um dos maiores desastres ecológicos do Planeta através do "tsunami Samarco" que destruiu residências, edificações seculares e parte do patrimônio histórico-arquitetônico brasileiro.


A Natureza foi dizimada e o rastro de destruição maculou a bela paisagem outrora bucólica e ecológica onde a natureza reinava em harmonia com os lavradores da zona rural e pescadores de água doce.


Minas contribuiu para os ciclos que tanto produziram efeitos nocivos ao País: Ciclo do Ouro e do Diamante, Ciclo do Café e Ciclo do Gado Bovino. Trata-se de um estado-nação extremamente bastardo pois suas belas cidades estão em decomposição, a ocupação irregular do solo é moeda corrente e os bolsões de pobreza se multiplicam à olhos nus.


Além da arquitetura colonial, da arte sacra, da culinária surpreendente pelo rico sabor, Minas herdou a hipocrisia portuguesa.


Quando o burguês mineiro diz que vai à roça, ele segue para algum condomínio fechado onde impera a falta de criatividade e muitas vezes o mau gosto.


Minas elegeu a incompetente Dilma Roussef, criou o polêmico Aecio Neves e está cada vez mais distante de seus verdadeiros filhos como Carlos Drummond de Andrade, Adelia Prado, Angelo Machado entre tantos outros geniais mineiros brasileiros.


Um mineiro destruiu a ferrovia brasileira e introduziu no Brasil a febril corja de montadoras famintas do faroeste capitalista selvagem de nações ditas de "primeiro mundo".


Minas Gerais tem uma grande parcela da população arrogante e inculta. "Dá-se um jeitinho " ou seja, corrupção à vista!!!


Felizmente existe mineiros na contra corrente que verdadeiramente amam seu estado e a riquíssima cultura popular existente .


- Tome uma cerveja e relaxe! Minas ainda tem jeito...


- Será???

 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)