Coluna | Bem Viver
Iára Cruz
Nutricionista, CRN 3739




Dicas de Alimentação para quem tem pressão alta
14/05/2012
A pressão alta pode ocorrer em qualquer idade e não apenas em pessoas idosas.

Ela é constatada quando a pressão medida várias vezes, é igual a 14 por 9 ou maior.

Existe uma regra para a vida muito sábia: em excesso quase tudo faz mal... E os principais inimigos da pressão estão na alimentação. Como: Bebidas alcoólicas, sal e gorduras saturadas, aquelas gorduras encontradas em alimentos de origem animal.

Não é necessário eliminá-las totalmente, mas o controle certamente trará melhoras.

Sal é o vilão número 1 da pressão alta. Ele tem um efeito direto na pressão arterial, pois, já foi demonstrado que o aumento da pressão, quando se envelhece, depende boa parte, da quantidade de sal que comemos.

A diminuição do sal pode ser conseguida de maneiras simples e com um pouco de criatividade.

Acrescente sal aos poucos e vá provando o alimento durante sua preparação.

A quantidade de sal indicada na receita pode ser maior do que você gostaria.

Diminua a quantidade aos poucos e comece a complementar o tempero com ervas aromáticas como louro, cominho, orégano, manjericão, noz moscada entre outros.

Beba pelo menos 2 litros de água por dia mesmo no frio.

Prefira peixe, frango sem pele ou carnes magras, retirando toda a gordura visível e de preferência, grelhados, cozidos ou assados e com pouco óleo.

Evite carnes gordurosas, vísceras como fígado, coração e rins, embutidos como lingüiça, paio e salsicha, frios como mortadela, presunto e salame e ainda camarão.

Prefira leite e iogurte desnatados, queijo branco ou ricota.

Evite creme de leite, manteiga, queijos cremosos e maionese.

Consuma verduras, legumes e frutas diariamente, de preferência crus.

Evite doces e bebidas alcoólicas.

Quem tem pressão alta deve evitar medicamento efervescente porque é rico em sódio o que faz aumentar ainda mais a pressão arterial.

A prática regular de atividade física promove uma série de alterações benéficas no sistema cardiovascular, auxiliando no controle da pressão e, muitas vezes, diminuindo a necessidade do uso de medicamento. Porém, a decisão de diminuir a medicação deve ser feita com orientação médica.

Atenção! Se você está acima do peso, saiba que o excesso de peso aumenta consideravelmente o risco de pressão alta, além de causar excesso de colesterol, diabetes, doenças cardíacas e respiratórias, além de câncer de próstata, de mama, do útero e do cólon.

A pressão da pessoa hipertensa fica mais elevada quando ela ganha peso e mais baixa quando perde.

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
22/08/2015 | Refrigerante
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)